sicnot

Perfil

Cultura

Filmes de Manoel de Oliveira, Miguel Gomes e Ivo Ferreira no Festival Internacional de Hong Kong

"Visita ou memórias e confissões", de Manoel de Oliveira, "As Mil e uma noites", de Miguel Gomes, e "Cartas da Guerra", de Ivo Ferreira, integram o Festival Internacional de Cinema de Hong Kong, que arranca na segunda-feira.

"Visita ou memórias e confissões", um filme biográfico que Manoel de Oliveira rodou nos anos 1980 e pediu para só ser mostrado após a sua morte, vai ser exibido a 02 de abril no âmbito da 40.ª edição do Festival Internacional de Cinema de Hong Kong (HKIFF, na sigla inglesa).

Já os filmes "O inquieto", "O desolado" e "O encantado" -- da trilogia "As Mil e Uma Noites", de Miguel Gomes, inspirada na estrutura dos contos de tradição oral narrados pela rainha Xerazade -- têm, cada um, duas sessões previstas: a primeira a 27 de março (nos três casos) e a segunda marcada, respetivamente, para 01, 02 e 03 de abril.

A longa-metragem "Cartas da Guerra", de Ivo Ferreira, baseada em correspondência de António Lobo Antunes durante a guerra colonial, está programada para 25 e 27 de março.

Do cartaz do Festival Internacional de Cinema de Hong Kong fazem também parte os documentários "Os Olhos de André", premiado no festival de cinema Indie Lisboa, do realizador António Borges Correia, com exibição a 29 de março e 03 de abril, e "Eldorado XXI", uma coprodução luso-francesa, realizada por Salomé Lamas (31 de março e 02 de abril).

O cinema brasileiro também vai estar representado, com o filme "The Second Mother" ("Que Horas Ela Volta"), de Anna Muylaert, que vai ser exibido a 22 de março e 03 de abril, e "Neon Bull" ("Boi Neon"), uma coprodução entre Brasil, Uruguai e Holanda, realizada por Gabriel Mascaro.

O festival, que dura 15 dias, abre com a estreia mundial de "Chongqing Hot Pot", realizado pelo chinês Yang Qing, e com a 'première' asiática de "Trivisa", do trio de Hong Kong Frank Hui, Vicky Wong e Jevons Au. O encerramento, a 04 de abril, é com a exibição de "Creepy", do japonês Kurosawa Kiyoshi.

O cartaz do HKIFF junta mais de 240 filmes de um universo de 66 países e territórios, num alinhamento que a organização do festival, que decorre em diferentes salas, define como sendo "o mais eclético de sempre", contando com 63 estreias mundiais, internacionais e/ou asiáticas.

Fundado em 1976, o HKIFF é o mais antigo festival de cinema da Ásia e um dos mais reputados.

Lusa

  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas. 

  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".