sicnot

Perfil

Cultura

Matiné no Lux angaria 13 mil euros para a compra de "Adoração dos magos"

A festa "Domingos no Lux", que decorreu no dia 20 de março na discoteca Lux Frágil, em Lisboa, angariou 13 mil euros para a campanha de aquisição do quadro "Adoração dos Magos", foi hoje anunciado.

De acordo com fonte do gabinete de comunicação do Museu Nacional de Arte Antiga, que lançou no ano passado a campanha para a compra da obra a privados, cerca de duas mil pessoas estiveram presentes na festa.

A campanha de aquisição do quadro de Domingos Sequeira (1768-1837) ultrapassou até ao momento os 447 mil euros, sendo o valor total da obra 600 mil euros.

Desde o final de outubro do ano passado, milhares de pessoas, muitas delas anónimas, contribuíram para a campanha, que também recebeu contributos, entre outros, de câmaras municipais, juntas de freguesia, da Sociedade Portuguesa de Autores, da Fundação Luso-Americana e da Fundação EDP.

A Fundação Aga Khan, que contribuiu com 200 mil euros, foi a maior doação até hoje, e, segundo declarações à agência Lusa do diretor do MNAA, António Filipe Pimentel, "deu um grande impulso" à campanha.

Também houve contribuições de alunos e funcionários da Casa Pia de Lisboa, da Fundação Carmona e Costa, do Automóvel Clube de Portugal, do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil, da associação AGIC de guias e intérpretes, dos arquitetos Aires Mateus e dos galeristas Jorge Welsh e Philippe Mendes.

Por seu turno a ANA - Aeroportos de Portugal anunciou que irá apoiar com 20 mil euros, e a Câmara Municipal do Porto também anunciou que irá entregar um donativo de 15 mil euros, o mesmo valor dado pela Fundação EDP.

O MNAA tem no seu acervo cerca de 30 obras em pintura e desenho de Domingos Sequeira, e o quadro "Adoração dos Magos" é considerado "insubstituível" pelo museu, fazendo parte da série "Palmela", com quatro pinturas religiosas.

Na sua coleção, o museu possui os desenhos preparatórios de estudo de todas elas, mas não os respetivos óleos.

Inédita em Portugal, a campanha decorre até ao final de abril, e o museu tem toda a informação disponível em sequeira.publico.pt.

Lusa

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.