sicnot

Perfil

Cultura

Descobertas 40 sepulturas da dinastia de Tutankhamon no Egito

Uma missão de arqueólogos suecos descobriu um conjunto de 40 sepulturas com ossadas que datam da XVIII dinastia faraónica (1295-1186 a.C.), na cidade monumental de Assuão, no sul do Egito.

Ministério das Antiguidades Egipto

O diretor do departamento de Egiptologia do Ministério das Antiguidades, Mohamed Afify, destacou hoje, em declarações à agência espanhola Efe, a importância da descoberta dos ossos de homens, mulheres e crianças de diversas idades, nas montanhas Al Silsila.

"Sem ter em conta a quem pertencem, esta descoberta revela a presença de atividade humana nesta zona", sublinhou Afifi, que indicou que rapidamente será determinada a identidade dos enterrados.

As sepulturas, situadas na margem oriental do rio Nilo, estão esculpidas em rocha, têm passadiços escavados no solo e constam-se de uma ou duas salas quadradas sem inscrições nos muros.

Alguns destes passadiços começam com escadas que conduzem a uma câmara e a uma entrada principal, revelou Afifi, que acrescentou que é provável que as tumbas tenham sido reutilizadas durante a XIX dinastia.

Por outro lado, o diretor geral de Antiguidades de Assuão, Nasr Salama, valorizou em comunicado a importância de terem sido encontradas as escadas, já que nunca foram descobertas estruturas deste tipo na zona.

Os peritos da Universidade de Lund também encontraram uma pequena estrutura esculpida na rocha, constituída por duas salas em bom estado e de uma entrada decorada com um disco solar com asas.

A missão sueca, que começou os seus trabalhos na área em 2012, já realizou os primeiros trabalhos de limpeza das sepulturas e já retirou a areia.

De acordo com Salama, as escavações mostraram que o lugar está deteriorado devido à erosão e ao alto nível de água subterrânea.

À dinastia XVIII pertencem alguns dos faraós mais relevantes e conhecidos, como Tutmosis I, Hatshepsut, Akenatón e Tutankhamon.

Com Lusa

  • "Claramente que há mandantes e que foi uma operação organizada"
    4:14

    Crise no Sporting

    Os 23 detidos por suspeitas de terem participado no ataque à Academia de Alcochete ficaram em prisão preventiva. Miguel Sousa Tavares considera que a decisão "é mais para ser exemplar". O comentador da SIC acredita que há mandantes e que esta foi uma "operação organizada". Sousa Tavares diz ainda que os "políticos não têm coragem para impor as leis" e que em Portugal "brinca-se com a lei".

    Miguel Sousa Tavares

  • "Sempre nos disseram que bastava o Aves ganhar para estar na Liga Europa"
    0:34

    Desporto

    O Presidente da SAD do Desportivo das Aves garante que não houve esquecimento ou atraso na inscrição do clube na Liga Europa. Luiz Andrade afirma que sempre lhe disseram que bastava vencer a Taça de Portugal para marcar presença na competição e que ainda não sabe se o clube pode ou não jogar a fase de grupos da competição europeia.

  • "Fui violada por Harvey Weinstein aqui em Cannes"
    1:02

    Cultura

    A cerimónia de encerramento do Festival de Cinema de Cannes ficou ainda marcada pelo discurso de Asia Argento. A atriz italiana que acusou Harvey Weinstein de a ter violado justamente numa das edições do festival de Cannes, e que há mais abusadores à solta.

  • As primeiras imagens das quatro crias da lince Malva
    0:20
  • Exército sírio declara Damasco "totalmente segura"

    Mundo

    O exército sírio proclamou esta segunda-feira a capital Damasco e também os arredores, como locais "totalmente seguros". O anúncio foi feito em clima de festa, depois de os militares terem reconquistado os bairros do sul da cidade, até agora nas mãos do Daesh.

  • Jovem britânico em fuga é detido depois de responder à polícia no Facebook

    Mundo

    Através do Facebook, a polícia de West Yorkshire mostrou-se preocupada perante o desaparecimento de um jovem de 21 anos e pediu por informações que pudessem leva-los a descobrir Leon Smith. Contudo, o que não deveriam estar à espera, era que o próprio desaparecido respondesse na rede social e que desafiasse a polícia a "fazer o seu trabalho". As autoridades acabaram por localizar o jovem no mesmo dia.

    SIC