sicnot

Perfil

Cultura

Cinemateca Portuguesa recebe prémio em Paris

A Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema vai receber o Prémio Henri Langlois, em Paris, a 11 de abril, por ser "uma grande cinemateca mundial", disse à Lusa Frédéric Vidal, diretor-geral da associação que atribui o galardão.

Reuters

Reuters

© Rafael Marchante / Reuters

"A cinemateca de Portugal é uma grande cinemateca europeia, mundial, com uma coleção excecional. Anualmente, homenageamos uma cinemateca pelo seu trabalho, pela vontade de preservar, divulgar e restaurar tesouros cinematográficos", declarou Frédéric Vidal.

O prémio, atribuído na categoria "Cinematecas e Restauros", já tinha sido entregue aos arquivos do CNC francês, às cinematecas de Bolonha, Berlim, Amesterdão, Luxemburgo, São Paulo e ao Instituto Lumière de Lyon.

"A cinemateca portuguesa vai receber um Prémio Henri Langlois pelo conjunto do seu trabalho, pela transmissão que continua a fazer do património cinematográfico português, junto das jovens gerações, e pelo trabalho que realiza ao longo do ano ao nível da conservação e restauro", continuou o diretor-geral do festival "Rencontres Internationales de Cinéma de Patrimoine & Prix Henri Langlois".

A distinção vai ser entregue na Maison de la Radio, na próxima segunda-feira, numa cerimónia que encerra o festival "Rencontres Internationales de Cinéma de Patrimoine & Prix Henri Langlois" e que vai contar com a presença da atriz Claudia Cardinale, que preside ao comité de honra do evento.

O festival, que decorreu de 31 de março a 4 de abril, contou com várias projeções, debates, conferências e exposições, tendo sido exibida "a cópia recentemente restaurada de 'Mudar de Vida', de Paulo Rocha, além da série de pequenos filmes rodados pelo pioneiro do cinema português Aurélio da Paz dos Reis em 1896", pode ler-se no comunicado da Cinemateca Portuguesa, disponível na sua página da internet.

"Os prémios Henri Langlois pretendem distinguir pessoas cujas carreiras marcaram a história do cinema de ontem e de hoje e que dedicam as suas carreiras ao cinema", acrescentou Frédéric Vidal.

O comunicado de imprensa do festival, enviado à Lusa, precisa que os prémios Henri Langlois se destinam "a recompensar os profissionais que trabalham na preservação do património", nomeadamente "técnicos, atores, realizadores, fundações e cinematecas que se destacaram, nos quatro cantos do mundo pelo contributo para o conhecimento e transmissão do património cinematográfico, seguindo os passos do pai fundador e do criador da Cinemateca Francesa, Henri Langlois".

Henri Langlois foi um dos pioneiros do movimento das cinematecas, tendo fundado a Cinemateca Francesa, em 1936, juntamente com Georges Franju, Paul-Auguste Harlé e Jean Mitry.

Lusa

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à UE e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido perdão da dívida como os partidos da esquerda chegaram a defender.

  • Ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • "Têm um verdadeiro amigo na Casa Branca"

    Mundo

    O Presidente norte-americano reafirmou esta sexta-feira o apoio ao direito de porte de armas no país, sublinhando, numa convenção daquele 'lobby', que "o ataque de oito anos às liberdades consagradas no Artigo 2.º [da Constituição]" terminou.

  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.