sicnot

Perfil

Cultura

O que responde Siri à pergunta sobre a morte de Jon Snow

Há perguntas tão envoltas em mistério que nem o software de reconhecimento de voz Siri do iPhone tem a resposta. A morte de Jon Snow é um perfeito exemplo.

Os fãs perguntam: "Siri Jon Snow está morto?"

A pergunta já deve ter sido feita tantas vezes que o software já responde com piadas, foi esta a resposta que a atriz norte-americana Kerry Washington, conhecida pela série Scandal, obteve: "Não sei. Mas espero que alguém já esteja a arranjar quem cuide de Ghost". Este "fantasma" é o lobo que pertence a Jon Snow.

A equipa do site Mashable também quis experimentar. Mas à primeira tentativa, Siri não respondeu com muita graça: "Não tenho a certeza. Ele tentou reiniciar? Isso costuma resultar sempre".

Segunda tentativa, Siri responde: ""Bom, sabem o que dizem para a morte... Hoje não! Mas porque amanhã seria melhor? De qualquer forma, não tenho a certeza".

À terceira vez que é feita a pergunta, Siri já responde com mais ironia: "'Morto é morto'. Ou será 'O que está morto não pode morrer'? Não, espera, 'A morte é um final assim tão terrível'? Desisto."

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Reis de Espanha enviam mensagem para funeral das vítimas portuguesas
    0:52
  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13