sicnot

Perfil

Cultura

Prémio Pessoa hoje entregue a Rui Chafes

O escultor Rui Chafes recebe hoje, em Lisboa, o Prémio Pessoa 2015, que distingue uma personalidade nacional que se tenha destacado nas áreas cultural, literária, científica, artística ou jurídica.

Rui Chafes, Prémio Pessoa 2015

Rui Chafes, Prémio Pessoa 2015

A cerimónia está marcada para as 19:00, na sede da Caixa Geral de Depósitos, ao Campo Pequeno, em Lisboa, e conta com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Rui Chafes foi o primeiro escultor a ser distinguido com o Prémio Pessoa, tendo o júri sublinhado que o artista plástico "consegue o feito raro de produzir uma obra simultaneamente sem tempo e do seu tempo".

Nascido em Lisboa, em 1966, Rui Chafes formou-se em escultura, na Escola Superior de Belas Artes da capital portuguesa, e prosseguiu estudos na Alemanha, onde traduziu também poesia de Novalis.

Tendo o ferro como matéria-prima de trabalho, Rui Chafes utiliza-o numa expressão escultórica que "subverte as condicionantes normais do museu e da galeria", sublinhou o júri, dando como exemplo a exposição antológica que esteve patente em 2014, no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Em 2012, Chafes editou o livro "Entre o céu e a terra (a história da minha vida)", uma autobiografia ficcionada no qual inclui referências a muitos dos seus mestres, num arco temporal que recua até à Idade Média.

Nessa obra, escreveu: "Neste mundo da banalização e consumo das imagens, quem acredita ainda no poder redentor da arte e da palavra? Não importa em que lugar a arte é apresentada: se houver uma pessoa, uma só pessoa, que seja tocada, que se emocione, uma única, a arte será salva".

O Prémio Pessoa, com o valor pecuniário de 60.000 euros, é uma iniciativa do semanário Expresso com o patrocínio da Caixa Geral de Depósitos.

Lusa

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Ataques aéreos dos EUA em Mossul podem ter causado a morte de 200 civis
    1:22
  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.