sicnot

Perfil

Cultura

Prémio Pessoa hoje entregue a Rui Chafes

O escultor Rui Chafes recebe hoje, em Lisboa, o Prémio Pessoa 2015, que distingue uma personalidade nacional que se tenha destacado nas áreas cultural, literária, científica, artística ou jurídica.

Rui Chafes, Prémio Pessoa 2015

Rui Chafes, Prémio Pessoa 2015

A cerimónia está marcada para as 19:00, na sede da Caixa Geral de Depósitos, ao Campo Pequeno, em Lisboa, e conta com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Rui Chafes foi o primeiro escultor a ser distinguido com o Prémio Pessoa, tendo o júri sublinhado que o artista plástico "consegue o feito raro de produzir uma obra simultaneamente sem tempo e do seu tempo".

Nascido em Lisboa, em 1966, Rui Chafes formou-se em escultura, na Escola Superior de Belas Artes da capital portuguesa, e prosseguiu estudos na Alemanha, onde traduziu também poesia de Novalis.

Tendo o ferro como matéria-prima de trabalho, Rui Chafes utiliza-o numa expressão escultórica que "subverte as condicionantes normais do museu e da galeria", sublinhou o júri, dando como exemplo a exposição antológica que esteve patente em 2014, no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa.

Em 2012, Chafes editou o livro "Entre o céu e a terra (a história da minha vida)", uma autobiografia ficcionada no qual inclui referências a muitos dos seus mestres, num arco temporal que recua até à Idade Média.

Nessa obra, escreveu: "Neste mundo da banalização e consumo das imagens, quem acredita ainda no poder redentor da arte e da palavra? Não importa em que lugar a arte é apresentada: se houver uma pessoa, uma só pessoa, que seja tocada, que se emocione, uma única, a arte será salva".

O Prémio Pessoa, com o valor pecuniário de 60.000 euros, é uma iniciativa do semanário Expresso com o patrocínio da Caixa Geral de Depósitos.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.