sicnot

Perfil

Cultura

Flores comestíveis "brilham" em mostra gastronómica em Grândola

As flores comestíveis são as "estrelas" de uma mostra gastronómica de cozinha criativa que começa no sábado em 14 restaurantes de Grândola, no distrito de Setúbal, promovida pela câmara municipal, foi hoje divulgado.

Designada "Em Abril Flores Mil", a iniciativa, a realizar até ao dia 01 de maio, combina "arte e cultura culinária" e integra as comemorações do 42.º aniversário do 25 de Abril neste concelho do litoral alentejano.

"As comemorações do 25 de Abril contam pelo, segundo ano, com uma iniciativa esteticamente aliciante e desafiadora dos nossos palatos", referiu a autarquia.

A mostra gastronómica pretende explorar "a coincidência do símbolo" da Revolução de Abril "ser uma flor, o cravo vermelho, das celebrações anuais ocorrerem em plena primavera e das tendências da nova cozinha, que recorrem cada vez mais à inclusão de produtos novos, incluindo as flores comestíveis".

Um total de 14 restaurantes do concelho associou-se à iniciativa, permitindo a degustação de criações culinárias em que "brilham" as flores comestíveis.

Macarrão apimentado com flores, galo estufado em vinho tinto com arroz, cenoura vinagrete e flores, salada de vieiras com mistura de alfaces e flores acompanhada de espumante fresco ou sangria de vinho branco com ervas aromáticas e flores são algumas das iguarias que vão constar das ementas.

Lusa

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.