sicnot

Perfil

Cultura

Hoje assinala-se o Dia dos Monumentos e Sítios dedicado ao desporto

O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios é assinalado hoje, sob o lema "Desporto, um património comum", estando previstas atividades em 152 concelhos de todo o país, organizadas por 610 entidades, segundo a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC).

Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa.

Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa.

(Reuters/Arquivo)

Entre as várias atividades, a DGPC destaca a Jornada sobre o Património do Desporto em Portugal, na Faculdade de Motricidade Humana (FMH), no Estádio Nacional, na Cruz Quebrada, nos arredores de Lisboa.

Esta jornada "pretende refletir sobre o tema escolhido com os contributos de especialistas de diferentes áreas", nomeadamente, na sessão de abertura, do presidente da FMH, José Alves Diniz, do subdiretor do Património Cultural, David Santos, e de Maria Magalhães Ramalho, presidente do conselho de administração do Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios (ICOMOS), de Portugal.

Ao longo do dia participam, entre outros, Anne Stroobant, do Instituto Português do Desporto e Juventude-Museu Nacional do Desporto, Rita Nunes, do Comité Olímpico de Portugal, Deolinda Folgado, da FGPC, e José Manuel Fernandes, da Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa.

Outro destaque hoje é o "Open day no Forte de Sacavém", que se localiza nos arredores de Lisboa. De planta irregular, simulado na paisagem, o Forte de Sacavém foi desenhado pelo engenheiro Sanches de Castro, e construído entre 1872 e 1873, sob a orientação do capitão do Exército Eugénio de Azevedo.

Hoje ainda, as entradas são gratuitas nos mosteiros dos Jerónimos, em Lisboa, de Alcobaça e da Batalha, e no Convento de Cristo, em Tomar.

O acesso "à vasta maioria das atividades é gratuito", sendo estas divididas em visitas guiadas/percursos orientados, atividades desportivas, encontros, conferências e seminários, exposições, ateliês lúdicos, oficinas pedagógicas e "workshops", rotas patrimoniais e itinerários culturais, espetáculos artísticos, "peddy" e "rally papers" e jogos tradicionais.

Lusa

  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.