sicnot

Perfil

Cultura

Assembleia Municipal de Lisboa aprova voto de pesar por Francisco Nicholson

Os deputados da Assembleia Municipal de Lisboa aprovaram esta terça-feira por unanimidade, um voto de pesar pela morte do encenador Francisco Nicholson, lembrando um "homem de inúmeros talentos" e "dotado de uma sensibilidade e dimensão humana notáveis".

Divulgação

O voto, apresentado pelo grupo municipal do Partido Socialista e aprovado pela assembleia por unanimidade, refere que "Portugal está mais pobre com o desaparecimento de Francisco Nicholson, indiscutivelmente um grande vulto da cultura portuguesa".

Francisco Nicholson morreu no dia 12 de abril, aos 77 anos, no hospital Curry Cabral, em Lisboa, na sequência de um transplante hepático que realizara há alguns anos, segundo a assessoria da Casa do Artista.

O voto lembra ainda a vida e a carreira de Francisco Nicholson, destacando que o ator, que somou mais de 50 anos de carreira profissional, "foi distinguido com a medalha de ouro de mérito cultural, atribuída pela Câmara Municipal de Lisboa, e também foi galardoado pela autarquia de Oeiras".

Ator, encenador, dramaturgo, argumentista, Francisco António de Vasconcelos Nicholson nasceu em Lisboa a 26 de junho de 1938.

Escreveu "Vila Faia", a primeira telenovela portuguesa, deu forma a "Riso e ritmo", programa pioneiro de comédia, na televisão, na década de 1960, e apostou na renovação do teatro de revista, com a cooperativa Adoque.

Em 2014 publicou o romance "Os mortos não dão autógrafos".

No final da votação, a Assembleia Municipal de Lisboa guardou um minuto de silêncio.

Lusa

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.