sicnot

Perfil

Cultura

Antiga lutadora de wrestling e atriz Chyna morre aos 46 anos

Morreu Joan Laurer, mais conhecida por Chyna, antiga lutadora de luta livre americana e também atriz de filmes pornográficos. Tinha 46 anos.

Chyna, em 2001, numa entrega de prémios com Chewbacca, personagem da saga Guerra das Estrelas

Chyna, em 2001, numa entrega de prémios com Chewbacca, personagem da saga Guerra das Estrelas

© Reuters Photographer / Reuter

O anúncio foi feito nas redes sociais e no site oficial:

"É com profunda tristeza que inforrmamos que perdemos hoje um verdadeiro ícone, um super-herói da vida real. Joanie Laurer AKA Chyna, a 9ª maravilha do mundo, faleceu. Ela vai viver para sempre na memória dos seus milhões de fãs e de todos nós que a amamos".

Não foi revelada ainda a causa da morte. De acordo com a imprensa norte-americana, Chyna foi encontrada morta na cama, na sua casa em Redondo Beach, na Califórnia, depois de ter viajado recentemente do Japão.

Nascida a 27 de dezembro de 1970 em Rochester, Nova Iorque, Chyna foi uma das estrelas da World Wrestling Federation (WWF), a luta livre americana, nos anos 90.

Em 2001, abandonou a WWF e trabalhou também como modelo e atriz. Chyna ganhou fama ainda como atriz pornográfica em vários filmes e por ter posado na revista Playboy.

  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21