sicnot

Perfil

Cultura

"Old meets New" reúne obras inéditas de Paula Rego na Casa das Histórias

A exposição "Old meets New" vai reunir obras inéditas de Paula Rego, como as séries recentes inspiradas em "A relíquia" e "O primo Basílio", de Eça de Queirós, a partir de 25 de maio, na Casa das Histórias, em Cascais.

Paula Rego

Paula Rego

AP

Até 30 de outubro, estarão também nesta exposição a série sobre D. Manuel II, o último Rei de Portugal, criada em 2014, e o tríptico do mais recente autorretrato da artista, revelou à agência Lusa Catarina Alfaro, curadora da mostra.

Às séries de pintura "A relíquia" (2013) e "O primo Basílio" (2015), apresentadas pela primeira vez em Portugal, juntam-se ainda um conjunto de gravuras da autoria de Paula Rego, nomeadamente sobre a "Mutilação genital feminina" (2009) e a série de seis gravuras intitulada "Les planches courbes".

Esta última foi realizada a partir dos poemas do poeta francês Yves Bonnefoy, e serão apresentadas pela primeira vez no museu que representa a artista, a Casa das Histórias.

A exposição irá contar ainda com uma sala ocupada por parte do cenário criado pela pintora para a construção da série "O primo Basílio", apresentado numa articulação visual com as obras que a constituem, que vão estar numa sala ao lado.

Tal como em obras anteriores - como a tapeçaria "Alcácer-Quibir", de 1966, e na tela "Regicídio", de 1965 - nas quais a pintora escrutina alguns episódios da História de Portugal, o mesmo acontece na série "D. Manuel".

A artista "estabelece, também como ponto de partida narrativo para as suas novas séries de obras, os dramas morais e sociais construídos nos finais do século XIX pelo escritor português Eça de Queirós", explica Catarina Alfaro, num texto sobre a exposição.

"Estas novas ficções pictóricas, homónimas dos romances, passam por uma relação direta com a literatura próxima da crítica de costumes que, transmite também ela, o retrato político, social e psicológico da sociedade portuguesa", acrescenta.

A curadora ressalva, no entanto, que "o encontro com estas histórias contadas por Eça nunca se traduz, na obra de Paula Rego, numa tentativa de ilustrar a palavra, o romance".

"Não há dúvida que as suas pinturas partilham simbolicamente os lugares e personagens convocados por essas imagens literárias, mas há sobretudo e sempre uma intenção transformadora, assumida pela artista, que autonomiza as pinturas das histórias originais", aponta.

Paula Rego, 81 anos, foi distinguida em 2010 pela rainha Isabel II com o grau de Oficial da Ordem do Império Britânico, pela sua contribuição para as artes.

Lusa

  • Depois do Fogo
    23:30

    Reportagem Especial

    Foi o incêndio mais mortífero de que há memória. No dia 17 de junho, as chamas apanharam desprevenidos moradores de vários concelhos e fizeram pelo menos 64 mortos. O incêndio prolongou-se durante vários dias deixando um rasto de histórias de perda e de sobrevivência, mas também de solidariedade de um sem número de pessoas anónimas.

  • "A menina agora volta para casa. Nós não." 

    Foi o desabafo do Cesário que me fez escrever qualquer coisa sobre o que vivi na última semana. Eram dez e pouco da noite, tinha acabado a vigília de homenagem às vítimas em Figueiró dos Vinhos e ele ainda tinha na mão um balão branco que àquela hora já só estava meio cheio. Era o último dia de uma longa e dura jornada de trabalho e estávamos a arrumar as coisas para no dia seguinte regressarmos a Lisboa.

    Débora Henriques

  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24

    País

    Pedrógão Grande fez reviver o drama vivido pelas gentes da Serra do Caldeirão no verão de 2012. Falta de bombeiros, moradores retirados à força, casas e floresta destruídas são semelhanças que encontram nestes dramas separados por cinco anos.

  • Novo avião da TAP com pintura retro
    0:36

    Economia

    O novo avião da TAP chama-se "Portugal", tem uma pintura retro e vai sobrevoar os céus do pais a partir desta segunda-feira. A companhia aérea explica que o nome e a pintura são uma forma de homenagear a ligação histórica entre a empresa e o país.