sicnot

Perfil

Cultura

Orquestra Gulbenkian inicia digressão com o pianista Mário Laginha

A Orquestra Gulbenkian, dirigida pelo maestro Pedro Neves, inicia hoje, no Theatro Circo, em Braga, uma digressão com o pianista Mário Laginha.

"Esta digressão faz parte de uma série de deslocações que tem levado a Orquestra Gulbenkian a municípios como Marvão, Setúbal, Almada, Coimbra, Alcobaça e Barcelona, onde tocou no Palau de la Música Catalana", disse a Fundação Calouste Gulbenkian, em comunicado.

A Orquestra apresenta um programa constituído pela Abertura Sinfónica n.º 3, de Joly Braga Santos, a Sinfonia n.º 5, de Ludwig van Beethoven, e o Concerto para piano e Orquestra, de Mário Laginha, obra estreada em 2009, no 31.º Festival Internacional de Música do Algarve.

Depois do Theatro Circo, na capital minhota, a Orquestra Gulbenkian, com o pianista Mário Laginha, atua na quinta-feira, no Teatro de Vila Real, na sexta-feira, na Sé Catedral de Viseu, e na sexta-feira e no sábado, no Cine-Teatro Avenida, em Castelo Branco.

No âmbito do seu 50.º aniversário, a Orquestra Gulbenkian gravou três CD, entre 2012 e 2013, com instrumentistas da orquestra como solistas, sob a direção de Lawrence Foster, Joana Carneiro e Pedro Neves.

Joana Carneiro é, desde 2006, maestrina convidada da Orquestra Gulbenkian e Susanna Mälkki, maestrina convidada principal, desde 2013, ano em que Paul McCreesh foi nomeado maestro titular da Orquestra.

Mário Laginha, 56 anos, estudou piano na escola de jazz Louisiana, em Cascais, dirigida por Luís Villas-Boas, na Academia de Amadores de Música e, posteriormente, no Conservatório Nacional, em Lisboa, com os professores Carla Seixas e Jorge Moyano.

Pianista com ampla atividade na área do jazz, tem feito incursões na música erudita, como a colaboração com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, em 2009, em que apresentou composições suas, inspiradas em peças de Chopin.

O músico apresentou-se com Bernardo Sassetti (1970-2012) e Pedro Burmester, e tem feito várias incursões no fado, tendo composto, entre outros, para Camané, Cristina Branco e, mais recentemente, Hélder Moutinho.

Lusa

  • As primeiras reações à morte de Chester Bennington

    Cultura

    Chester Bennington, vocalista da banda de metal alternativo Linkin Park, morreu esta quinta-feira em casa em Palos Verdes Estates, no estado da Califórnia, nos EUA. Várias celebridades já reagiram à morte do músico de 41 anos. Segundo o TMZ, o cantor da banda norte-americana suicidou-se.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional

    Mundo

    A antiga estrela de futebol americano O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional, depois de ter cumprido nove anos de prisão num estabelecimento prisional do estado do Nevada, nos Estados Unidos.

  • Filho do leão Cecil também foi abatido por um caçador

    Mundo

    Xanda pode ter tido o mesmo fim que o seu pai, o leão Cecil, que em 2015 foi abatido por um caçador, no Zimbabué. Na altura, a morte de Cecil tomou proporções inéditas, chegando uma imagem do leão a ser projetada na fachada do Empire State Building. Agora, Xanda terá sido abatido a tiro por um caçador de troféus.