sicnot

Perfil

Cultura

Axl Rose promete não faltar ao respeito do vocalista dos AC/DC

Axl Rose garante que o seu papel nos AC/DC não significa "nenhum desrespeito" a Brian Johnson, o vocalista da banda australiana, afastado por um problema de surdez. Axl vai cantar com os AC/DC na digressão Rock or Bust, a experiência começa este sábado, aqui em Portugal.

Axl Rose

Axl Rose

© Scanpix Sweden / Reuters

Em entrevista à rádio BBC 6 Music, o vocalista dos Guns N' Roses disse que é um grande fã de Brian Johnson e quer "fazer-lhe justiça".

"Estou feliz e animado por um lado, mas acho que seria inadequado estar a celebrar, por outro lado, à custa de outra pessoa", disse Axl Rose.

A conselho dos médicos, Johnson deixou de atuar ao vivo, sob pena de ficar surdo para sempre. Axl Rose vai juntar-se aos AC/DC para os concertos previstos na Europa e o primeiro é amanhã no Passeio Marítimo de Algés, junto a Lisboa. A entrada, ainda que temporária, de Axl na banda levou ao protesto de muitos fãs.

Segundo o próprio, foi de Axl Rose a ideia de se juntar aos AC/DC, para os ajudar a finalizar a digressão. "Liguei-lhes no dia que li nas notícias o que se passava com a audição do Brian", disse à BBC.

Quanto à sua prestação como vocalista, admite que não sabia se conseguiria cantar alguns dos temas míticos da banda. "Muitos dos temas de Back In Black são um desafio, não estou aqui para desrespeitar o Brian, não posso afastar-me do seu modo de cantar", garantiu.

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual, onde aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.