sicnot

Perfil

Cultura

Pintura de Frida Kahlo vendida em leilão por valor recorde

Uma pintura de Frida Kahlo foi arrematada, na quinta-feira, num leilão da Christie's em Nova Iorque por oito milhões de dólares, um recorde para obras da artista mexicana.

"Two Nudes in the Forest (The Land Itself)", 1939

"Two Nudes in the Forest (The Land Itself)", 1939

"Two Nudes in the Forest (The Land Itself)", de 1939, que retrata duas mulheres nuas, foi vendida pelo valor mais baixo estimado antes do leilão -- que era de entre oito e 12 milhões de dólares --, mas ultrapassou largamente o antigo recorde em leilão de obras da artista.

Em 2006, "Roots" foi adquirido por 5,6 milhões de dólares, numa venda da Sotheby's, também realizada em Nova Iorque.

Frida Kahlo (1907-1954) foi a primeira artista latino-americana a cruzar o limiar de um milhão de dólares com a pintura "Diego y Yo", adjudicada por 1,4 milhões em 1990.

A venda realizada esta quinta-feira foi o último grande evento da semana de leilões da primavera em Nova Iorque.

Lusa

  • Cascais recebe exposição de fotografias originais de Frida Kahlo
    5:25

    Edição da Manhã

    Portugal recebe pela primeira vez uma exposição de fotografias originais de Frida Kahlo, uma das maiores artistas do Século XX, que se destacou pela irreverência do seu estilo artístico e pelo contributo ao conceito de Moda da época. A exposição vai estar patente a partir de amanhã e até 12 de Julho em Cascais e a curadora, Astrid Sauer, esteve hoje na Edição da Manhã.

  • Lei que permite a entrada de animais em espaços de restauração gera dúvidas
    2:23

    País

    A lei que permite a entrada de animais de companhia em estabelecimentos de restauração, que entrou hoje em vigor, está a gerar dúvidas para os proprietários. Até ao momento são poucos os estabelecimentos que aderiram e a previsão é para que assim continue. A DECO questionou 1800 pessoas sobre a presença dos animais nos restaurantes e apenas 25% votou a favor.

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes