sicnot

Perfil

Cultura

Ministro da Cultura anuncia verba de 1,6M€ para concursos bienais da DGArtes

O ministro da Cultura, Luis Filipe Castro Mendes, na sua estreia parlamentar, anunciou a dotação de 1,6 milhões de euros para os concursos bienais da Direção Geral das Artes e abertura, em junho, dos concursos para os apoios pontuais.

O governante anunciou ainda ter chegado a um acordo com o apoio do Ministério das Finanças, para que sejam prolongados os contratos dos "mais de cem funcionários dos museus", que estavam em risco de serem dispensados.

Nesta primeira audição, na comissão parlamentar de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, o ministro da Cultura é acompanhado pelo secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado, que, entre outras matérias, tem a seu cargo a programação artística, como disse Luís Filipe Castro Mendes.

O ministro da Cultura sublinhou, na abertura da sessão, "os constrangimentos orçamentais" existentes, tendo afirmado que o seu ministério não é exceção.

"Não nos queixamos", disse o ministro aos deputados, acrescentando que o seu papel "é procurar o melhor resultado com os recursos disponíveis".

O ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, tomou posse no passado dia 14 de abril, na sequência da demissão do anterior titular da pasta, João Soares.

Na altura, Castro Mendes disse aos jornalistas, a propósito do orçamento disponível para o setor, que "a política é a arte do possível, sem trair os nossos ideais"

Como objetivo, destacou então que quer "trazer a cultura ao quotidiano dos cidadãos, não só nos grandes centros", e apoiar os criadores e produtores culturais.

Lusa

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10