sicnot

Perfil

Cultura

Museu da Eletricidade encerra para obras a partir de segunda-feira até 28 junho

O Museu da Eletricidade, em Lisboa, anunciou hoje que encerra para obras de requalificação a partir de segunda-feira, até 28 de junho, numa primeira fase de transição para o novo Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT).

De acordo com a Fundação EDP, que tutela o museu, em Belém, as obras, com duração de cerca de um mês, têm como objetivo requalificar o equipamento, integrado na Central Tejo, que passará a estar integrado no MAAT.

Ainda segundo a Fundação EDP, a Central Tejo vai reabrir ao público a 29 de junho com quatro novas exposições e com o seu circuito museológico -- ligado à história e evolução da eletricidade - redesenhado.

Até domingo, o público poderá ver os últimos dias da exposição "World Press Photo", exposição de fotojornalismo de nível internacional que apresenta cerca de 150 fotografias.

Entre elas estão, nomeadamente os trabalhos do australiano Warren Richardson, que conquistou o 1º prémio do concurso com uma imagem que mostra dois refugiados a fazerem passar um bebé através de uma vedação de arame farpado na fronteira entre a Sérvia e a Hungria.

Também está patente o trabalho fotográfico do jornalista da Lusa Mário Cruz, que lhe valeu o primeiro prémio na categoria "Temas Contemporâneos", sobre as crianças raptadas na Guiné-Bissau e no Senegal e que são escravizadas em falsas escolas corânicas.

O MAAT, em Lisboa, tem abertura marcada para os dias 04 e 05 de outubro, com a exposição "Utopia/Distopia, Parte 1: Dominique Gonzalez-Foerster".

Situado nas margens do rio Tejo, na zona de Belém, o MAAT foi projetado pelo ateliê AL_A, liderado pela arquiteta Amanda Levete, e terá 7.000 metros quadrados para receber exposições sobre artes visuais e multimédia, arquitetura e cidade, tecnologia e ciência, sociedade e pensamento.

O novo museu irá estender a programação à Central Tejo, edifício do início do século XX que, até agora, tem funcionado como Museu da Eletricidade e com exposições de arte contemporânea.

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.