sicnot

Perfil

Cultura

Concertos de Adele este fim de semana em Lisboa esgotados há vários meses

A cantora britânica Adele atua este fim de semana em Portugal, pela primeira vez, e os concertos, hoje e no domingo, na Meo Arena, em Lisboa, estão esgotados há vários meses.

© Mario Anzuoni / Reuters

Tem sido assim, em praticamente toda a nova digressão da artista britânica, iniciada em fevereiro, que contará com mais de uma centena de concertos: lotação esgotada para assistir ao vivo às canções do novo álbum, "25", lançado em novembro.

Em Lisboa não será diferente. Os dois concertos marcados para a Meo Arena, que tem capacidade para acolher até 20.000 pessoas, esgotaram no início de dezembro, e mais de seis mil bilhetes foram comprados no estrangeiro.

Adele, londrina de 28 anos, é um fenómeno na música internacional e, quando se fala dela, é a ordem dos milhões, nas vendas, no número de seguidores na Internet, nas partilhas e visualizações dos vídeos das músicas.

A cantora não editava um novo álbum desde 2011, quando saiu "21", o disco que reúne canções como "Rolling in the Deep" e "Someone Like You", e que lhe valeu seis Grammy e uma entrada no livro de recordes Guiness.

Desde então, a cantora deu alguns concertos, foi forçada a cancelar outros, por problemas nas cordas vocais, ainda gravou "Skyfall", que lhe valeu um Óscar de melhor canção original, e depois dedicou-se à família - teve um filho -, com espaçadas aparições públicas.

"25" - título que remete para a idade em que compôs as canções - é um álbum em que se foca em si mesma, em compreender quem é agora, sem ter dado conta de como o tempo passou, como explica na página oficial na Internet. "Desculpem se demorei muito tempo [a editá-lo], mas, sabem, a vida aconteceu", justificou.

Ao vivo, Adele tem iniciado os concertos com o mais recente sucesso, o tema "Hello", intercalando depois canções recentes - como "When we were young" e "Send my love (to your new lover)" - com as dos discos anteriores.

Nesta digressão - que tem sido palco de pedidos de casamento e outras cenas românticas por parte do público -, são esperados os êxitos "Someone like you", "Rolling in to deep" e "Chasing pavements".

As portas da Meo Arena abrem às 18:30 e os dois concertos terão início às 20:00.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.