sicnot

Perfil

Cultura

Adele assina contrato de 117 milhões de euros com a Sony

A cantora britânica Adele assinou um contrato com a Sony Music no montante de 90 milhões de libras (117 milhões de euros), um dos maiores contratos alguma vez assinados, segundo a imprensa britânica.

A revista norte-americana Rolling Stone, que colocou Adele na capa numa das últimas edições, fala num regresso discográfico "triunfante"

A revista norte-americana Rolling Stone, que colocou Adele na capa numa das últimas edições, fala num regresso discográfico "triunfante"

Jonathan Short

A artista de 28 anos foi contactada pela Sony quando o contrato com sua anterior editora - a independente XL Recordings - expirou depois do álbum "25", que saiu no ano passado.

O contrato com a Sony prevê a entrega de vários álbuns, segundo o jornal Guardian, que não especifica o número. "Nós assegurámos os serviços de Adele", declarou anteriormente ao jornal The Sun uma fonte interna da Sony Music, citada segunda-feira pelo tablóide. "O acordo está a ser concluído pela nossa editora Columbia, nos Estados Unidos, e chega a 90 milhões de libras", precisou a mesma fonte.

A título de comparação, em 2002, o cantor britânico Robbie Williams e a editora EMI fecharam um contrato de 80 milhões de libras (104 milhões de euros), um ano após a assinatura de um acordo de 70 milhões de libras (91 milhões de euros) entre a cantora Whitney Houston e a Arista Records.

Adele - que revelou domingo o videoclipe da canção "Send my Love (To your new lover)"- é a artista que vendeu mais discos no mundo em 2015 com o seu terceiro álbum "25" e, em particular, com a balada "Hello", segundo a Federação Internacional da Indústria Discográfica, que não revela números precisos.

Entre as várias gravações da sua autoria, a cantora chegou a mil milhões de visualizações no Youtube com "Hello" em apenas 88 dias.

  • Os dias de Adele em Portugal
    4:59

    Cartaz

    Adele deu dois concertos em Lisboa e levou mais de 37 mil pessoas ao Meo Arena. A cantora britânica esgotou a sala do Parque das Nações no sábado e no domingo. Na capital, Adele aproveitou para assistir ao concerto de Bruce Springsteen, no Rock in Rio e levou o filho ao Jardim Zoológico.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Oliveira e Costa condenado a 14 anos de prisão

    País

    O fundador do grupo SLN/BPN, José Oliveira e Costa, foi esta quarta-feira condenado pelo tribunal a uma pena de prisão efetiva de 14 anos pelos crimes de falsificação de documentos, fraude fiscal qualificada, burla qualificada e branqueamento de capitais. Dos 15 arguidos no processo, 12 foram condenados.

    Em atualização

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras