sicnot

Perfil

Cultura

Adele assina contrato de 117 milhões de euros com a Sony

A cantora britânica Adele assinou um contrato com a Sony Music no montante de 90 milhões de libras (117 milhões de euros), um dos maiores contratos alguma vez assinados, segundo a imprensa britânica.

A revista norte-americana Rolling Stone, que colocou Adele na capa numa das últimas edições, fala num regresso discográfico "triunfante"

A revista norte-americana Rolling Stone, que colocou Adele na capa numa das últimas edições, fala num regresso discográfico "triunfante"

Jonathan Short

A artista de 28 anos foi contactada pela Sony quando o contrato com sua anterior editora - a independente XL Recordings - expirou depois do álbum "25", que saiu no ano passado.

O contrato com a Sony prevê a entrega de vários álbuns, segundo o jornal Guardian, que não especifica o número. "Nós assegurámos os serviços de Adele", declarou anteriormente ao jornal The Sun uma fonte interna da Sony Music, citada segunda-feira pelo tablóide. "O acordo está a ser concluído pela nossa editora Columbia, nos Estados Unidos, e chega a 90 milhões de libras", precisou a mesma fonte.

A título de comparação, em 2002, o cantor britânico Robbie Williams e a editora EMI fecharam um contrato de 80 milhões de libras (104 milhões de euros), um ano após a assinatura de um acordo de 70 milhões de libras (91 milhões de euros) entre a cantora Whitney Houston e a Arista Records.

Adele - que revelou domingo o videoclipe da canção "Send my Love (To your new lover)"- é a artista que vendeu mais discos no mundo em 2015 com o seu terceiro álbum "25" e, em particular, com a balada "Hello", segundo a Federação Internacional da Indústria Discográfica, que não revela números precisos.

Entre as várias gravações da sua autoria, a cantora chegou a mil milhões de visualizações no Youtube com "Hello" em apenas 88 dias.

  • Os dias de Adele em Portugal
    4:59

    Cartaz

    Adele deu dois concertos em Lisboa e levou mais de 37 mil pessoas ao Meo Arena. A cantora britânica esgotou a sala do Parque das Nações no sábado e no domingo. Na capital, Adele aproveitou para assistir ao concerto de Bruce Springsteen, no Rock in Rio e levou o filho ao Jardim Zoológico.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Défice recua em 2016 na zona euro e na UE

    Economia

    O défice e a dívida baixaram na zona euro e na União Europeia (UE) em 2016 face a 2015, tendo Portugal registado a terceira maior dívida (130,4%) entre os Estados-membros e um défice de 2%, segundo o Eurostat.

  • Incêndio na Amadora deixa 12 pessoas desalojadas
    1:59

    País

    Um incêndio destruiu este domingo a cobertura de um prédio de habitação na Buraca, no concelho da Amadora. Doze pessoas ficaram desalojadas, mas ninguém ficou ferido. Os bombeiros dominaram o fogo em cerca de uma hora, os moradores queixam-se da falta de eficácia no combate às chamas.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa