sicnot

Perfil

Cultura

Jean-Michel Jarre lança novo álbum com participação de Edward Snowden

O músico francês Jean-Michel Jarre lançou um novo álbum com a colaboração de inúmeros artistas mundialmente conhecidos, como Cindi Lauper e Pet Shop Boys, mas também de um convidado especial, o ativista Edward Snowden.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

O novo trabalho do francês, "Electronica 2: The Heart of Noise", conta com a participação de Edward Snowden, um ativista norte-americano que vive exilado em Moscovo após ter divulgado documentos classificados, em nome do direito à privacidade.

Snowden participa numa música intitulada "Exit", que conta com uma batida frenética e ameaçadora que se dissipa para dar lugar à palavra do ativista, que discursa sobre o efeito que a tecnologia tem na privacidade.

O músico descreve Edward Snowden como alguém que tem a alma de um soldado que abdica dos interesses pessoais em prol dos interesses do seu país.

O mundo da música eletrónica conta há muitos anos com os contributos deste artista, que considera este estilo musical como algo que vai muito mais além de música para festas e jovens e que tem uma base política e revolucionária.

Jarre considera também que o seu novo projeto reflete "a relação ambígua com a tecnologia" que se faz sentir hoje em dia.

Apesar de ter uma especial importância, não é só o tema da privacidade que é tratado, pois juntamente com a cantora Cindi Lauper, o músico criou "Swipe to the Right", cujo titulo é um jogo de palavras que remete para a aplicação informática Tinder.

Jean-Michel Jarre afirma que, apesar de gostar de gravar mais álbuns do género, vai dedicar-se a uma digressão mundial.

O músico está a planear um espetáculo 3D, sem a utilização de óculos, que oferecerá uma perceção de profundidade maior, em vez de passar uma série de vídeos.

Lusa

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • António Guterres, "o governante mais amado desde sempre em democracia"
    2:27

    País

    António Guterres foi distinguido com o grau de honoris causa pela Universidade de Lisboa. A cerimónia decorreu esta manhã e contou com a presença do Presidente da República e do primeiro-ministro. Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que Guterres foi o governante mais amado da democracia portuguesa.