sicnot

Perfil

Cultura

Verão da Casa da Música conta com mais de 110 concertos

O Verão na Casa da Música inicia-se no primeiro dia de junho e vai até 10 de setembro, com mais de 110 concertos, cerca de 60 dos quais de entrada gratuita e indo para lá do Porto.

ASSOCIATED PRESS

Na conferência de imprensa de apresentação da programação do ciclo de verão deste ano, o diretor artístico da Casa da Música, António Jorge Pacheco, disse que a instituição conta receber um público entre as 100 e as 120 mil pessoas para a totalidade dos eventos e sublinhou as dezenas de concertos de entrada livre a decorrer no renovado café da Casa da Música.

Para além de este ano haver concertos durante o mês de agosto, a Casa da Música vai também levar espetáculos à Régua, a Guimarães e a Vila Real, no âmbito da "Música Magnética", uma parceria entre a Direção Regional de Cultura do Norte, as Câmaras Municipais de Guimarães e Vila Real e a Fundação Casa da Música.

Adicionalmente, com a Câmara Municipal de Matosinhos, vai acontecer o concerto "Romani 2.0", um espetáculo do serviço educativo da Casa da Música que se vai realizar na praça Guilhermina Suggia daquele concelho no dia 18 de junho e que dá sequência ao trabalho que teve lugar em 2015 com a comunidade cigana local.

No dia 19 de junho, a sala Suggia da Casa da Música recebe a Orquestra Jazz de Matosinhos com Sérgio Godinho, num concerto que António Jorge Pacheco disse estar a ser muito procurado em termos de bilheteira.

Até setembro, quando o ciclo de Verão na Casa termina com os habituais concertos da Orquestra Sinfónica do Porto na avenida dos Aliados, a Casa da Música vai receber nomes como Damien Rice (12 de julho), o quarteto Branford Marsalis com Kurt Elling (24 de julho), no contexto do ciclo de Jazz, e o regresso do DJ Prokofiev com Mr. Switch (29 de julho).

No café, ao longo do verão, vão atuar artistas como o vocalista dos Glockenwise, Nuno Rodrigues, com o seu projeto Duquesa (02 de julho), Medeiros/Lucas (30 de julho), Filho da Mãe (27 de agosto), entre muitos outros.

"São concertos de jazz, fado, pop/rock, DJs ou escolas do ensino vocacional de música, todos eles no ambiente descontraído das noites de verão. E é com o chamamento da música ao ar livre que na sala Suggia se ouvirão serenatas célebres de Mozart e Tchaikovski, o louvor aos elementos com o 'Cântico ao Sol' de Gubaidulina pelo Coro Casa da Música, ou a evocação da lua pelo Remix Ensemble dirigido por Heinz Holliger", refere a Casa da Música no programa do Verão na Casa.

No dia 03 de junho, a Orquestra Sinfónica do Porto interpreta a Serenata n.º 1 de Brahms e a Serenata n.º 9 de Mozart, sob direção de Leopold Hager, havendo, até ao final daquele mês, a Sétima de Prokofieff, no âmbito do ano da Rússia, conduzida por Baldur Brönnimann.

Lusa

  • Ministra emocionou-se no Parlamento
    2:26

    Tragédia em Pedrógão Grande

    A ministra da Administração Interna disse esta quarta-feira no Parlamento que está, desde a primeira hora, a recolher, analisar e cruzar todos os dados do incêndio de Pedrógão Grande. Constança Urbano de Sousa emocionou-se diante dos deputados e admitiu que tem ainda muitas dúvidas sobre o que aconteceu. Foi pedido um estudo independente ao funcionamento do sistema de comunicações de emergência e uma auditoria à Secretaria-Geral da Administração Interna, a entidade gestora do SIRESP. A ministra explicou porquê.

  • "O que mais tem havido nesta altura são respostas precipitadas"
    7:21

    Opinião

    Foi um "debate contido" o de hoje, no Parlamento, sobretudo no frente-a-frente entre António Costa e Passos Coelho, na opinião de Bernardo Ferrão. O subdiretor de informação da SIC sublinha uma declaração "mortal" do primeiro-ministro, quando este disse que "ninguém quer respostas precipitadas". Por outro lado, a comissão técnica independente pedida pelo PSD pode virar-se contra o próprio partido.

    Bernardo Ferrão

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44

    Mundo

    A Ucrânia está a ser seriamente afetada por um novo ataque informático. Algumas empresas de grande dimensão estão a ser prejudicadas, agravando a dimensão global do ataque, o qual não parece ser dirigido a ninguém em concreto. Ontem, nas primeiras horas do ataque, não parava de crescer o número de vítimas.

  • Caricaturas de Trump invadem capital do Irão

    Mundo

    O Irão está a organizar um concurso internacional de caricaturas do Presidente norte-americano Donald Trump. Pelas ruas de Teerão já vão surgindo algumas imagens alusivas ao festival que vai realizar-se no próximo mês de julho.

  • De onde vem o dinheiro de Isabel II?

    Mundo

    A rainha Isabel II vai ser aumentada - pelo exercício das suas funções -, em 2018, para 82,2 milhões de libras (93,5 milhões de euros). Este valor é pago pelo Estado britânico. Contudo, esta não é a única fonte de rendimento da rainha de Inglaterra. Isabel II também recebe pelas terras, casas e empresas que tem espalhadas pelo Reino Unido.

  • Companhia aérea obriga deficiente físico a entrar no avião sem ajuda

    Mundo

    Um homem com uma deficiência física que o obriga a andar numa cadeira de rodas foi obrigado a subir sozinho as escadas de um avião da companhia aérea Vanilla Air. Hideto Kijima deparou-se com a situação quando estava a embarcar da ilha de Amami para Osaka, no Japão, com vários amigos que foram proibidos de o ajudar.