sicnot

Perfil

Cultura

Raduan Nassar é o 12º brasileiro distinguido com o prémio Camões

Raduan Nassar é o 12º brasileiro distinguido com o prémio Camões

Raduan Nassar é o 12º brasileiro distinguido com o prémio Camões e vai receber 100 mil euros. O escritor, descendente de libaneses, nasceu em São Paulo e tem apenas três livros publicados.

  • Raduan Nassar vence Prémio Camões 2016

    Cultura

    O brasileiro Raduan Nassar é o vencedor do Prémio Camões 2016. O anúncio foi feito esta segunda-feira numa conferência de imprensa com o secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado. Filho de imigrantes libaneses, Nassar nasceu na região de São Paulo, no Brasil, em 1935. Estreou-se na literatura aos 30 anos com a obra "Lavoura Arcaica". Raduan Nassar tem 80 anos e há mais de três décadas que evita as câmaras, os fotógrafos e as entrevistas. Nos anos 80, abandonou a literatura e tornou-se fazendeiro. Tem livros traduzidos em países como Espanha, França e Alemanha e é considerado um dos maiores estilistas da língua portuguesa.

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.