sicnot

Perfil

Cultura

Festival português na Austrália atrai milhares de pessoas

Um festival ao ar livre, para o qual são esperadas cerca de 30 mil pessoas, em Melbourne, será apenas um dos vários eventos que marcam o Dia de Portugal na Austrália e Nova Zelândia, declarou hoje Sílvia Renda, conselheira das comunidades.

© Amir Cohen / Reuters

"No dia 12 de junho, irá realizar-se o festival 'Sabores de Portugal', ao ar livre, numa rua do mercado central de Melbourne e são esperadas cerca de 30 mil pessoas, sendo organizado pela federação Comunidades de Língua Portuguesa", disse a conselheira para a Austrália e Nova Zelândia do Conselho das Comunidades Portuguesas, que também reside em Melbourne há 25 anos.

Sílvia Renda explicou que Melbourne, que fica no estado de Vitória, é muito multicultural e esses festivais são frequentes, tendo bastante visibilidade e sucesso entre todos os moradores da cidade australiana.

"Neste festival, realizado anualmente, certamente participarão a comunidade portuguesa e outras comunidades lusófonas residentes na cidade e teremos ranchos folclóricos, muita música, fado, samba e também capoeira, além das comidas típicas portuguesas", referiu.

A conselheira acrescentou que vários alunos das escolas locais que aprendem português irão apresentar trabalhos sobre o 10 de Junho. Sílvia Renda disse que na Austrália há cerca de 575 alunos, 33 professores e 21 escolas que ensinam o português.

Durante o festival, vai haver uma cerimónia oficial marcando a celebração do 10 de Junho, na qual estarão presentes o embaixador de Portugal, Paulo Cunha Alves, o secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, além de outras autoridades portuguesas e australianas.

No dia 10 de Junho, o embaixador português e a cônsul-geral, Sofia Batalha, oferecerão uma receção comemorativa em Sydney para membros da comunidade portuguesa e australiana, contando também com a presença do secretário de Estado da Defesa Nacional.

De acordo com a conselheira do CCP, várias associações e clubes portugueses em Canberra, Sydney, Perth, Wollongong, Brisbane, Darwin, Freemantle e Currumbin estarão a organizar nos próximos dias várias atividades em comemoração do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

Na Nova Zelândia, na cidade de Wellington, a comunidade portuguesa local - que gira em torno de 800 pessoas - vai promover um almoço especial em comemoração ao Dia de Portugal, no dia 19 de junho.

Segundo a conselheira, a comunidade portuguesa na Austrália e Nova Zelândia é de cerca de 60 mil pessoas, que estão sobretudo no estado de Nova Gales do Sul.

"Temos uma combinação de três tipos de pessoas na comunidade portuguesa na Austrália, que são os portugueses que moram há muitas décadas na Austrália, os lusodescendentes e as pessoas que emigraram recentemente, nos últimos anos", referiu Sílvia Renda.

"A nossa comunidade não é tão grande se comparada à do Brasil ou da França. Somos poucos, mas muito dinâmicos, visto o número de comemorações organizadas pelo 10 de Junho", avaliou a conselheira.


Lusa

  • Tomadas medidas para evitar danos ambientais após acidente na barra da Armona
    1:49

    País

    Quatro tripulantes foram transportados para o hospital com hipotermia, depois de terem caído ao mar. A embarcação onde seguiam, e que faz trabalhos de reposição de areias, virou-se esta manhã, na ilha da Armona, em Olhão. As autoridades vão abrir um inquérito para apurar as causas do acidente e estão a tomar medidas para evitar danos ambientais, visto que a embarcação transportava 12 mil litros de gasóleo.

  • Papa no Chile em ambiente de contestação à Igreja Católica
    3:13

    Mundo

    O Papa pediu hoje perdão pelos crimes de pedofilia cometidos por membros da Igreja Católica no Chile, referindo que sentiu "dor e vergonha" diante do "dano irreparável" causado às crianças vítimas de abuso sexual. Francisco está a cumprir uma deslocação de três dias ao Chile, onde a contestação à visita e à Igreja se faz sentir. O Papa enfrenta um ambiente hostil na sexta viagem à América Latina, devido à denúncia de abusos sexuais na Igreja.

  • Reviravolta na Operação Fizz
    1:09

    País

    O juiz que vai julgar o chamado processo da Operação Fizz decidiu aceitar as denúncias de Orlando Figueira contra o presidente do Banco Atlântico e o advogado Daniel Proença de Carvalho. As acusações do principal arguido contra o banqueiro Carlos Silva e o advogado Proença de Carvalho podem trazer uma reviravolta ao processo.

  • Apoio psicológico fundamental em Vila Nova da Rainha
    2:19
  • Projeto Bairros Sem Cárie levou 300 pessoas do Seixal ao dentista
    3:08

    País

    Portugal tem dos piores indicadores de saúde oral da Europa e ir ao dentista é quase um luxo. Num país assim ganham ainda mais relevância iniciativas como o projeto Bairros Sem Cárie. 300 pessoas de bairros sociais do Seixal tiveram uma consulta de estomatologia gratuita.

  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.