sicnot

Perfil

Cultura

Filme "John From", de João Nicolau, duplamente premiado em Espanha

A longa-metragem "John From", de João Nicolau, foi eleita melhor filme pelo júri oficial e pelo júri jovem do FilMadrid - Festival Internacional de Cine de Madrid, que terminou no sábado em Espanha.

"Jonh From", de João Nicolau

"Jonh From", de João Nicolau

osomeafuria.com

Nesta segunda edição, o FilMadrid descreveu "John From" como uma "alternativa adolescente aos contos de Éric Rohmer", que "navega num oceano de realismo mágico" e que revela influências da obra de Agnès Varda, como se lê na página oficial do festival.

"John From" é a segunda longa-metragem do realizador João Nicolau e debruça-se sobre a adolescência, a partir da história de uma rapariga que, nas férias de verão, entre o tédio dos dias em casa e a vida de bairro com os amigos, se apaixona por um vizinho, fotógrafo e bastante mais velho.

Além de "John From", que competia na secção oficial, o FilMadrid atribuiu ainda o prémio de melhor filme na secção "Vanguardias" ao filme experimental "Noite sem distância", feito pelo realizador espanhol Lois Patiño no contexto "Projeto Camous", produzido pelo Curtas Vila do Conde.

"O espelho", do realizador brasileiro Rodrigo Lima, recebeu uma menção especial do júri da competição oficial.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.