sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o ator que vestiu a pele de Alf

Morreu Michu Meszaros, ator e artista de circo que vestiu a pele de Alf, popular personagem da série com o mesmo nome. Alf foi transmitida pela primeira vez pela estação norte-americana NBC em setembro de 1986, foi exibida até março de 1990.

NBC

Alf, acrónimo de Alien Life Form (forma de vida alienígena), era o nome pelo qual era conhecido Gordon Shumway, o simpático ser vindo do planeta Melmac que desempenhava o papel principal numa série que se tornou de culto nos anos 80 e 90.

Nascido em Budapeste, na Hungria, Michu Meszaros foi artista de circo desde a sua adolescência, integrando o Ringling Brothers e o Barnum & Bailey Circus.

Meszaros morreu este domingo, aos 76 anos, em Los Angeles, onde estava hospitalizado em estado de coma há vários dias, depois de ter sido encontrado inanimado em sua casa.

Michu Meszaros deu corpo e voz a Gordon Shumway. Alf, como ficou conhecido, era um simpático e cómico ser alienígena que tinha vindo parar à Terra depois de seguir um sinal de rádio amador. Acaba por aterrar na garagem dos Tanner, uma típica família de classe média em Riverside, na Califórnia. Alf passa a fazer parte do dia a dia deste casal com dois filhos, uma adolescente e um rapaz, que tem também um gato com o qual vive divertidas aventuras.

  • Madonna diz que América nunca desceu tão baixo
    2:12

    Mundo

    No mundo artístico, foram várias as vozes que se levantaram contra Trump, entre elas Madonna. A cantora disse esta quinta-feira em Nova Iorque, a propósito do dia da tomada de posse, que nunca a América desceu tão baixo. Já o ator Matthew McConaughey - que está em Londres - garantiu que não ia perder a cerimónia pela televisão.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida