sicnot

Perfil

Cultura

Meat Loaf desmaia em palco durante concerto no Canadá

Meat Loaf desmaiou em palco esta quinta-feira durante um concerto em Edmonton, em Alberta, no Canadá. O cantor de 68 anos foi transportado para hospital, desconhece-se qual o seu atual estado de saúde.

© Arnd Wiegmann / Reuters (Arquivo)

Meat Loaf tinha cancelado recentemente dois concertos, um previsto para sábado e outro para terça-feira, devido a problemas de saúde.

O cantor perdeu os sentidos quando interpretava o tema "I'd Do Anything for Love", no Jubilee Auditorium de Edmonton. O incidente causou o pânico no público que assistia à atuação de Meat Loaf que, repentinamente, largou o microfone e caiu no chão.

Esta não foi a primeira vez que Meat Loaf desmaiou em palco. Em 2011, num concerto em Pittsburgh, perdeu os sentidos, mas recebeu assistência médica e conseguiu recuperar de modo a prosseguir a atuação. Em 2003, no Wembley Arena, em Londres, o cantor teve também de ser transportado para o hospital.

Segundo a Associated Press, Meat Loaf já admitiu que sofre de problemas de asma e tem uma saúde frágil que originam um irregular batimento cardíaco. Esta terá sido a causa dos colapsos em palco.

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Motim em prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos
    1:09

    Mundo

    Um novo motim numa prisão brasileira fez pelo menos 30 mortos. A prisão, que é a maior do Estado do Rio Grande do Norte, tem capacidade para 600 reclusos mas acolhe quase o dobro. Após o motim de 14 horas, a polícia já tem o controlo total da prisão.

  • Aqui também se vive
    16:07
  • Austrália condena Japão por caça de baleias no Oceano Antártico

    Mundo

    O Governo da Austrália condenou hoje o Japão por retomar a caça de baleias no Oceano Antártico, após a divulgação de imagens de um cetáceo morto a bordo de um barco japonês que se encontrava em águas protegidas.O ministro do Ambiente, Josh Frydenberg, manifestou "profunda deceção", um dia depois de a organização Sea Shepherd divulgar fotografias e vídeos de uma baleia minke no barco japonês Nisshin Maru.