sicnot

Perfil

Cultura

Meat Loaf desmaia em palco durante concerto no Canadá

Meat Loaf desmaiou em palco esta quinta-feira durante um concerto em Edmonton, em Alberta, no Canadá. O cantor de 68 anos foi transportado para hospital, desconhece-se qual o seu atual estado de saúde.

© Arnd Wiegmann / Reuters (Arquivo)

Meat Loaf tinha cancelado recentemente dois concertos, um previsto para sábado e outro para terça-feira, devido a problemas de saúde.

O cantor perdeu os sentidos quando interpretava o tema "I'd Do Anything for Love", no Jubilee Auditorium de Edmonton. O incidente causou o pânico no público que assistia à atuação de Meat Loaf que, repentinamente, largou o microfone e caiu no chão.

Esta não foi a primeira vez que Meat Loaf desmaiou em palco. Em 2011, num concerto em Pittsburgh, perdeu os sentidos, mas recebeu assistência médica e conseguiu recuperar de modo a prosseguir a atuação. Em 2003, no Wembley Arena, em Londres, o cantor teve também de ser transportado para o hospital.

Segundo a Associated Press, Meat Loaf já admitiu que sofre de problemas de asma e tem uma saúde frágil que originam um irregular batimento cardíaco. Esta terá sido a causa dos colapsos em palco.

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Milhares de brasileiros protestam na Praia de Copacabana contra Temer
    3:04
  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40
  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.