sicnot

Perfil

Cultura

Museu Gulbenkian vai passar a ter bilhete único e tardes de domingo gratuitas

O Museu Calouste Gulbenkian, em Lisboa, vai passar a ter um bilhete único de dez euros a partir de sexta-feira para visitar a Coleção do Fundador e a Coleção Moderna, e as tardes de domingo terão entrada gratuita.

JO\303\203O RELVAS

A nova modalidade das entradas dos espaços museológicos da Gulbenkian foi hoje anunciada pela Fundação durante uma visita às novas exposições que a entidade inaugura na quinta-feira e abre ao público na sexta-feira: "Linhas do Tempo" e "Convidados de Verão", criadas para as celebrações dos 60 anos da entidade.

Com início das celebrações, entra em vigor a restruturação dos museus da Gulbenkian, que passam a uma única designação, com um bilhete único, de dez euros, deixando de existir os anteriores bilhetes - de cinco euros cada - para visitar a coleção histórica e o Centro de Arte Moderna, cuja designação é extinta.

De acordo com a entidade, o Museu Calouste Gulbenkian vai passar a ter um único nome e dividir-se em dois espaços: o da Avenida de Berna (Museu Gulbenkian/Coleção do Fundador) e o da Rua Nicolau Bettencourt (Museu Gulbenkian/Coleção Moderna).

Aos domingos - dia em que as entradas eram até agora gratuitas - a entrada passará a ser paga entre as 10:00 e as 14:00 - mantendo-se os descontos para jovens, estudantes e seniores, e durante a tarde será gratuita.

A exposição "Linhas do Tempo" terá entrada gratuita, ficando patente até 02 janeiro de 2017.

Lusa

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.