sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o escritor futurista Alvin Toffler

O escritor futurista norte-americano Alvin Toffler, autor de livros como a "Terceira Vaga" que inspiraram líderes mundiais, morreu em sua casa em Los Angeles, aos 87 anos, anunciou na quarta-feira a sua empresa de consultadoria.

© Phil McCarten / Reuters

Segundo um comunicado da Toffler Associates, o autor morreu segunda-feira. Não foi dada informação sobre a causa de morte.

No seu livro mais famoso, "Future Shock", publicado em 1970, Alvin Toffler falou sobre as mudanças sociais esperadas para o mundo.

Durante a sua carreira, previu corretamente vários desenvolvimentos económicos e tecnológicos, incluindo a clonagem, o casamento homossexual e a aceleração na transmissão de informação.

"Muitas daquelas previsões foram confirmadas e a tese central do seu trabalho, que uma nova economia baseada no conhecimento substituiria a era industrial, provou estar correta", escreve, no comunicado, a sua empresa de consultadoria.

Publicado em 50 países, o "Future Shock" vendeu 15 milhões de exemplares.

Em Portugal, o autor é mais conhecido pela "Terceira Vaga".

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Incêndio em Alfragide deixa 12 pessoas desalojadas
    1:59

    País

    Um incêndio destruiu este domingo a cobertura de um prédio de habitação em Alfragide, no concelho da Amadora. Doze pessoas ficaram desalojadas, mas ninguém ficou ferido. Os bombeiros dominaram o fogo em cerca de uma hora, os moradores queixam-se da falta de eficácia no combate às chamas.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa