sicnot

Perfil

Cultura

Última homenagem a Camilo de Oliveira

Última homenagem a Camilo de Oliveira

Realizou-se hoje de manhã o funeral do ator Camilo de Oliveira. Amigos e família prestaram uma última homenagem ao comediante no cemitério do Alto de S. João, em Lisboa.

  • Camilo de Oliveira, ator que nasceu num teatro morreu aos 91 anos
    1:57

    Camilo de Oliveira 1924-2016

    Camilo de Oliveira morreu sábado, aos 91 anos, em Lisboa. O ator estava internado há algum tempo no Hospital Egas Moniz, em Lisboa. Camilo de Oliveira nasceu na Figueira da Foz, mas propriamente em Buarcos, no Teatro "Caras Direitas". Desde o nascimento que o seu destino estava traçado. Pisou os palcos pela primeira ainda criança, estreou-se aos 15 e protagonizou uma carreira marcada pela comédia e o teatro de revista. O corpo de Camilo de Oliveira vai estar na Basílica da Estrela a partir de terça-feira.

  • Morreu o ator Camilo de Oliveira

    Camilo de Oliveira 1924-2016

    Morreu aos 91 anos Camilo de Oliveira, ator que se estreou na companhia itinerante da família quando era criança. Natural da Figueira da Foz, mudou-se para a capital em busca de uma carreira artística. O ator morreu este sábado, às 20h10, em Lisboa. O funeral deverá realizar-se na quarta-feira. O corpo do ator vai para a Basílica da Estrela na terça-feira.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15