sicnot

Perfil

Cultura

Chaka Khan adia tourné devido a dependência de fármacos

A cantora Chaka Khan adiou a tourné para iniciar um tratamento de reabilitação da dependência de fármacos. Em comunicado, Khan assume que a morte de Prince ajudou-a a decidir que precisa de ajuda.

Reuters

"Infelizmente, não vou poder dar concertos durante o verão. Porém, é vital que eu ponha a minha saúde e o meu bem estar em primeiro. Sei que estu a desiludir alguns fãs, mas sei também que eles querem que eu recupere e seja saudável", afirmou a cantora.

A vencedora de um Grammy, de 63 anos, assumiu que é viciada nos mesmos fármacos que levaram à morte de Prince. O artista foi encontrado morto na sua casa no Minnesota em abril. A autópsia revelou que a morte se deveu a uma overdose de fentanil, um poderoso analgésico da família dos opiáceos.

Chaka Khan iniciou um tratamento intensivo de reabilitação, a par da sua irmã - Yvonne Stevens, conhecida por Taka Boom

As duas concordaram reabilitar-se em conjunto.

"A morte trágica de Prince fez-nos às duas repensar e reavaliar as nossas vidas e prioridades. Sabíamos que era a altura de entrar em ação para salvar as nossas vidas. A minha irmã e eu gostaríamos de agradecer a todos pelo seu apoio, amor e orações", declarou ainda Chaka Khan.

  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.