sicnot

Perfil

Cultura

Concursos pontuais de apoio às artes abrem esta quinta-feira

O ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, revelou hoje, numa audição da comissão parlamentar de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto, em Lisboa, que os concursos pontuais de apoio às artes abrem na quinta-feira.

O ministro falava na última reunião com esta comissão parlamentar, na presente sessão legislativa, acompanhado pelo secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado.

Ainda de acordo com a tutela, os concursos de apoio às artes em projetos de internacionalização vão abrir dentro de duas semanas e, a partir de sexta-feira, serão também completados os compromissos dos apoios bienais, com vinte estruturas artísticas.

Na totalidade, segundo a tutela, estes apoios envolvem dois milhões de euros, tendo o ministro sublinhado que "há uma decisão estratégica de reforçar, de forma crescente, os apoios pontuais" às artes.

Por seu turno, o secretário de Estado precisou que os concursos pontuais deste ano "vão abrir com um valor superior ao do ano passado", em cem mil euros.

"Não é o que gostaríamos em termos de reforço, mas é o possível neste momento, e é um sinal de uma atenção a manter para o futuro. Os concursos pontuais são muito estruturantes, e responsáveis pela sustentação do universo das artes", comentou Miguel Honrado.

Na anterior reunião parlamentar, a tutela tinha anunciado que estes concursos abririam em julho, e que tinha sido iniciado um trabalho com a nova equipa da Direção-Geral das Artes (DGArtes), nomeada em maio, para criar um novo ciclo de financiamento às artes para 2017.

A DGArtes é o organismo responsável pela coordenação e execução das políticas de apoio às artes, e é atualmente liderada por Paula Varanda, como diretora, e Ana Senha, como subdiretora-geral.

A tutela tem defendido que o setor das artes "precisa de mais estabilidade", e anunciou que fará uma reflexão com o meio sobre um novo modelo "que não será só a nível financeiro".

Com Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.