sicnot

Perfil

Cultura

Visitantes de monumentos, museus e palácios nacionais ultrapassaram dois milhões

Os visitantes de monumentos, palácios e museus sob a tutela da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), aumentaram 19,2% no primeiro semestre deste ano, em comparação com 2015, ultrapassando os dois milhões, revelou hoje fonte da entidade.

Lusa

Contactado pela agência Lusa sobre o balanço de visitantes destes equipamentos afetos à DGPC nos primeiros seis meses de 2016, o gabinete de comunicação indicou que os monumentos, palácios e museus tiveram um total de 2.210.696 entradas, enquanto em 2015 ascenderam a 1.853.889.

O aumento total de visitantes em percentagem foi de 19,2 - mais 356.807 visitantes este ano do que no mesmo período do ano passado - e, em particular, os museus, com uma subida de 26,5 por cento, enquanto nos monumentos foi de 16,2 por cento.

Ainda segundo os dados estatísticos da DGPC fornecidos à Lusa, nos monumentos, registaram-se 1.266.942 visitantes no primeiro semestre deste ano (1.089.873 no ano passado), e nos museus 734.377 (580.635 no mesmo período de 2015).

Os equipamentos culturais mais visitados são, habitualmente, o Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, a vizinha Torre de Belém, o Museu Nacional dos Coches, e o Museu Nacional de Arte Antiga, também na capital.

Fora de Lisboa, predomina a preferência pelo Mosteiro da Batalha, na região centro, e o Palácio Nacional de Mafra, nos arredores de Lisboa.

Ainda segundo os dados da DGPC, no primeiro semestre deste ano - dos visitantes que declaram a nacionalidade - 1.332.535 eram estrangeiros e 736.331 portugueses.

Os primeiros resultados globais do Estudo de Públicos de Museus Nacionais (EPMN) realizado pela tutela da cultura, e divulgados em maio deste ano, revelaram que os visitantes dos 14 museus nacionais são na maioria jovens, de escolaridade e profissão qualificadas, com predominância feminina e de estrangeiros.

Lusa

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC