sicnot

Perfil

Cultura

Visitantes de monumentos, museus e palácios nacionais ultrapassaram dois milhões

Os visitantes de monumentos, palácios e museus sob a tutela da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), aumentaram 19,2% no primeiro semestre deste ano, em comparação com 2015, ultrapassando os dois milhões, revelou hoje fonte da entidade.

Lusa

Contactado pela agência Lusa sobre o balanço de visitantes destes equipamentos afetos à DGPC nos primeiros seis meses de 2016, o gabinete de comunicação indicou que os monumentos, palácios e museus tiveram um total de 2.210.696 entradas, enquanto em 2015 ascenderam a 1.853.889.

O aumento total de visitantes em percentagem foi de 19,2 - mais 356.807 visitantes este ano do que no mesmo período do ano passado - e, em particular, os museus, com uma subida de 26,5 por cento, enquanto nos monumentos foi de 16,2 por cento.

Ainda segundo os dados estatísticos da DGPC fornecidos à Lusa, nos monumentos, registaram-se 1.266.942 visitantes no primeiro semestre deste ano (1.089.873 no ano passado), e nos museus 734.377 (580.635 no mesmo período de 2015).

Os equipamentos culturais mais visitados são, habitualmente, o Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, a vizinha Torre de Belém, o Museu Nacional dos Coches, e o Museu Nacional de Arte Antiga, também na capital.

Fora de Lisboa, predomina a preferência pelo Mosteiro da Batalha, na região centro, e o Palácio Nacional de Mafra, nos arredores de Lisboa.

Ainda segundo os dados da DGPC, no primeiro semestre deste ano - dos visitantes que declaram a nacionalidade - 1.332.535 eram estrangeiros e 736.331 portugueses.

Os primeiros resultados globais do Estudo de Públicos de Museus Nacionais (EPMN) realizado pela tutela da cultura, e divulgados em maio deste ano, revelaram que os visitantes dos 14 museus nacionais são na maioria jovens, de escolaridade e profissão qualificadas, com predominância feminina e de estrangeiros.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.