sicnot

Perfil

Cultura

Ricardo Pereira fala sobre cena de sexo gay em novela brasileira

Ricardo Pereira fala sobre cena de sexo gay em novela brasileira

O ator português Ricardo Pereira continua a dar que falar no Brasil. Desta vez porque fez história ao protagonizar a primeira cena de sexo gay exibida numa novela da Globo. A cena foi exibida na passada segunda-feira à noite num episódio emotivo da novela "Liberdade, Liberdade". A partir do rio de janeiro, o ator falou para a Edição da Noite da SIC Notícias, via Skype.

Várias opiniões sobre a cena inédita inundaram as redes sociais e a novela registou a melhor audiência desde que arrancou em abril.

Na trama, Ricardo Pereira contracena com Caio Blat, encarnando São Tolentino, um violento coronel, e André, um jovem nobre.

Na vida real, os atores são casados. As mulheres de ambos elogiaram o trabalho dos companheiros nas redes sociais, salientando a importância desta abordagem na televisão brasileira para mudar mentalidades.

Na semana passada, o New York Times denunciava que o Brasil se tornou num dos países mais perigosos para homossexuais.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.