sicnot

Perfil

Cultura

Eric Clapton colabora no novo álbum dos Rolling Stones

​O guitarrista dos Rolling Stones, Keith Richards, anunciou que Eric Clapton colaborou no próximo álbum, ainda sem nome e inspirado em 'blues', que a banda britânica tenciona lançar no outono.

© Luke MacGregor / Reuters

O guitarrista dos Rolling Stones Keith Richards anunciou hoje que Eric Clapton colaborou no próximo álbum, ainda sem nome e inspirado em 'blues', que a banda britânica tenciona lançar no outono.

Em entrevista à emissora BBC 6 Music, Keith Richards disse que tocar com Eric Clapton "foi como nos velhos tempos em Richmond", numa referência ao período em que The Yardbirds, antigo grupo de Clapton, tocava no Crawdaddy Club de Richmond, sudoeste de Londres, onde se cruzaram com os Stones.

Clapton "esteve no estúdio para algumas sessões", acrescentou Richards, que revelou que as gravações incluem temas clássicos de Little Walter e Howlin' Wolf.

"Não posso revelar os títulos das músicas neste momento. A razão é que não me recordo dos nomes e também não trouxe uma lista comigo. Mas, como digo, haverá muitos 'blues' de Chicago", afirmou.

A edição do novo álbum, que cruza originais com clássicos de 'blues', será o primeiro depois de "A Bigger Bang".

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.