sicnot

Perfil

Cultura

Abrunhosa, GNR, Richie Campbell e Criolo no Festival F, em Faro

Ana Moura, Pedro Abrunhosa, GNR, Richie Campbell e Criolo são alguns dos artistas que estarão em destaque na terceira edição do Festival F, que decorre a 2 e 3 de setembro em Faro e cujo cartaz foi esta terça-feira apresentado.

Além dos espetáculos musicais, o festival, que acontece na zona histórica da cidade, inclui ainda atividades ligadas às artes plásticas, comida de rua, literatura, cinema e artesanato de autor, assim como tertúlias com temas da atualidade, revelou o diretor delegado do Teatro Municipal de Faro.

"O Festival F vai ser palco de muitos momentos memoráveis, como por exemplo, o facto de os GNR voltarem à Vila Adentro, 25 anos depois", referiu Joaquim Guerreiro, também um dos responsáveis pela programação.

Nesta edição, uma das novidades é o novo Palco da Sé, que permite um aumento considerável na área disponível ao público, ocupando 3,2 hectares, cerca de 75% da Vila Adentro, adiantou aquele responsável à Lusa, à margem da conferência de imprensa de apresentação do festival.

Gisela João, Jimmy P, Mundo Segundo & Sam the Kid, B Fachada, Best Youth, Branko, Cais Sodré Funk Connection, Da Chick, Diabo na Cruz, DJ Ride, Marta Ren, Noiserv, Regula, Salto, Sam Alone e Sensible Soccers são outros dos nomes que passarão pela terceira edição do Festival F.

Além do novo palco, mantêm-se os palcos Museu, Castelo e Quintalão e o Palco Muralhas, que recebeu os concertos com maior afluência de público da edição de 2015.

O segundo maior palco deixa o largo D. Afonso III, que nesta edição se transformará na zona do festival dedicada à comida de rua.

A partir de 26 de julho, haverá 2.000 passes para dois dias em venda antecipada, por 20 euros.

Quando se esgotarem, os passes de dois dias passam a custar 25 euros, sendo o preço dos bilhetes diários de 15 euros.

Até aos 10 anos os bilhetes são grátis.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22