sicnot

Perfil

Cultura

Comic Con Portugal confirma presença de ator de Harry Potter e Guerra de Tronos

O ator inglês David Bradley, conhecido por interpretar Argus Filch na saga Harry Potter no cinema e Walder Frey em "Guerra de Tronos", é a mais recente confirmação da Comic Con Portugal, anunciou hoje a organização.

A confirmação insere-se, assim, no âmbito do lançamento do mais recente livro de Harry Potter, que acontece à meia-noite de domingo, na Livraria Lello, no caso do Porto, onde o primeiro fã a entrar vai ter "direito a uma surpresa especial, preparada com a ajuda da Comic Con".

David Bradley junta-se na Comic Con a Jason Isaacs, que interpreta Lucius Malfoy nos filmes de Harry Potter.

Com uma carreira que remonta ao começo da década de 1970, Bradley - que se descreve na conta oficial de Twitter como "ator, estrela de rock (bom, cantor de casamentos)" - entrou também em filmes como "Hot Fuzz", de Edgar Wright e Simon Pegg, "Harry Brown" com Michael Caine e "Um ano mais", de Mike Leigh.

Mais recentemente, David Bradley ganhou um BAFTA (prémio da Academia Britânica das Artes do Cinema e Televisão) para melhor ator secundário em televisão, pelo papel que desempenhou na série "Broadchurch".

A Comic Con Portugal vai crescer para quatro dias este ano, realizando-se entre 08 e 11 de dezembro na Exponor, em Matosinhos, tendo já confirmada a presença da atriz Ivana Baquero.

No campo da Banda Desenhada, a Comic Con Portugal confirmou o artista Achdé, que deu continuidade a Lucky Luke para lá de Morris, o ilustrador de "Daredevil (vol. 2)", Alex Maleev, e Esad Ribic, artista de diversas séries da Marvel.

Para a área de memorabilia, foi confirmado o escultor Brian Muir, mais conhecido por ter sido o criador de vários elementos estéticos dos filmes "Guerra das Estrelas", como o capacete de Darth Vader e a armadura dos stormtroopers.

Lusa

  • Novo livro de Harry Potter é lançado este sábado no Porto
    3:51

    Cultura

    Nove anos depois do último livro, a magia de Harry Potter está de volta com a publicação do 8º livro da saga."Harry Potter e a criança amaldiçoada" será lançado na noite de sábado para domingo em todo o mundo. A Livraria Lello, no Porto, será uma das que acolhem o lançamento deste livro, há muito esperado pelos fãs.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.