sicnot

Perfil

Cultura

Festival de cinema de Locarno começa hoje e tem filmes portugueses em competição

Locarno Film Festival, 2012

© Fiorenzo Maffi / Reuters

O festival de cinema de Locarno começa hoje, na Suíça, e terá seis filmes portugueses em competição, entre os quais as longas-metragens "O ornitólogo", de João Pedro Rodrigues, e "Correspondências", de Rita Azevedo Gomes.

Ambas vão competir pelo prémio Leopardo de Ouro. "O ornitólogo" é uma ficção sobre um investigador cuja vida sofrerá uma mudança durante um trabalho de campo numa floresta. "Correspondências" é uma interpretação das cartas escritas entre Jorge de Sena e Sophia de Mello Breyner Andresen durante o exílio, desde os anos 1950 aos 1970.

A competição de curtas-metragens contará com a animação "Estilhaços", de José Miguel Ribeiro, "Setembro", de Leonor Noivo, "À noite fazem-se amigos", de Rita Barbosa, e "Um campo de aviação", filme experimental de Joana Pimenta.

A presença portuguesa em Locarno faz-se com outros filmes fora de competição: "Longe", de José Oliveira, "A brief history of princess X", de Gabriel Abrantes, "O corcunda", que este rodou com Ben Rivers, e "O cinema de Manoel de Oliveira e eu", de João Botelho.

Na corrida ao Leopardo de Ouro estará "Jeunesse", do realizador francês Julien Samani, que tem coprodução portuguesa, tendo sido rodado em Portugal com técnicos e atores portugueses.

Da programação de Locarno, que termina no dia 13, fazem ainda parte "Comboio de sal e açúcar", do moçambicano Licínio de Azevedo, numa coprodução com Portugal, e "Rio Corgo", uma produção luso-suíça, de Maya Kosa e Sérgio da Costa.

Lusa

  • PSD e CDS têm caminhos diferentes
    1:22

    País

    Assunção Cristas já respondeu a Pedro Passos Coelho, depois de o líder do PSD ter recusado apoiar a candidatura da líder do CDS à Câmara de Lisboa. Cristas diz que os dois partidos têm caminhos diferentes. O PSD continua sem apresentar candidato. Contudo, Marques Mendes revelou que Passos Coelho convidou José Eduardo Moniz a candidatar-se à Câmara de Lisboa.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.