sicnot

Perfil

Cultura

Adeus, Sudoeste

Adeus, Sudoeste

O Meo sudoeste está prestes a despedir-se da 20ª edição, mas antes do fim da festa, muitos dos campistas já estão de malas aviadas. Os festivaleiros confessam que vão sentir saudades do convívio e dos concertos.

  • Os Tuk Tuk chegam ao Meo Sudoeste
    3:05

    Cultura

    A maioria festivaleiros do Sudoeste não tem automóvel próprio e anda de autocarro entre o recinto do festival e a Vila. Este ano há uma alternativa que está na moda nas grandes cidades: o Tuk Tuk chegou à Herdade da Casa Branca.

  • Sala Zen é uma das novidades do Meo Sudoeste
    2:05

    Cultura

    Em pleno Meo Sudoeste os festivaleiros também querem relaxar. Para isso, o festival introduziu a Sala Snoezelen, uma das muitas novidades da 20ª edição. Este é um espaço onde os festivaleiros podem relaxar através da estimulação multissensorial, desenvolvida nos anos 70.

  • A caça ao brinde no Sudoeste
    2:42

    Cultura

    É um clássico de qualquer festival e o MEO sudoeste não escapa às manobras dos patrocinadores. Milhares de pessoas passam grande parte da tarde em filas para receberem brindes. Muitas das pessoas chegam a esperar mais de uma hora ao sol, apenas para receber um brinde.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.