sicnot

Perfil

Cultura

Biblioteca Britânica anuncia exposição pelo 20º aniversário de Harry Potter

A Biblioteca Britânica, anunciou esta segunda-feira uma exposição inédita do fenómeno literário Harry Potter para comemorar o 20.º aniversário da publicação do primeiro livro da saga, "Harry Potter e a Pedra Filosofal".

A exposição vai abrir para o público no outono do próximo ano e nela serão expostos documentos originais da autora, J.K. Rowling, e da sua editora, Bloomsbury.

Os manuscritos e objetos especiais dos livros sobre o jovem feiticeiro vão partilhar o espaço de peças centenárias, como a Magna Carta, predecessora da Declaração Universal dos Direitos Humanos, e a primeira publicação das obras teatrais de Shakespeare.

A Biblioteca Britânica, situada a poucos metros da estação de King's Cross, em Londres, onde nos livros as personagens apanham o comboio até à escola de magia de Hogwarts, afirma que a exibição "vai levar os leitores numa viagem até ao coração da história de Harry Potter".

Jamie Andrews, diretor de Cultura da biblioteca, declarou que a equipa está expectante por trabalhar com a autora e a equipa editorial e assim contribuir para a celebração do 20.º aniversário de Harry Potter, cuja saga vendeu cerca de 500 milhões de livros em todo o mundo.

O objetivo da exposição, segundo Andrew, é também de "inspirar fãs com a magia das coleções já existentes na biblioteca".

Lusa

  • Marcelo promete entregar carta de menina com paralisia cerebral ao primeiro-ministro
    3:05

    País

    O Presidente da República está preocupado com os cuidadores dos cidadãos que precisam de cuidados paliativos. No Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, que se assinalou este sábado, Marcelo Rebelo de Sousa visitou a Casa do Tejo, em Algés, onde três famílias de crianças com paralisia cerebral e outros problemas de saúde são recebidas em conjunto com os pais para que toda a famíla possa receber apoio de técnicos especializados. O Presidente recebeu uma carta de uma menina de 5 anos, com paralisia cerebral, e prometeu que a vai entregar ao primeiro-ministro, para que seja aberta uma porta legislativa mais larga para os problemas das pessoas deficientes.

  • O impacto e as consequências do referendo em Itália
    1:02