sicnot

Perfil

Cultura

Flower Power Fest leva anos 60 e 70 ao litoral alentejano

Os Alphaville são cabeças-de-cartaz

O "espírito" dos anos 60 e 70 chega na quinta-feira a Vila Nova de Santo André, no litoral alentejano, com o Flower Power Fest, que propõe três dias de concertos, workshops e jogos tradicionais para toda a família.

As bandas Alphaville, Bad Manners e UHF são os cabeças de cartaz do festival, que decorre entre quinta-feira e sábado e conta também com concertos de Chaka & Primo, Johnny's Band, Dá Cá (tributo AC/DC), The Peakles (tributo Beatles), Funil & Abelhinha, Endless Floyd (tributo Pink Floyd) e Woodstock Tribute Band.

Além dos concertos, durante o dia, no recinto do Flower Power Fest, no Parque Central de Vila Nova Santo André, no concelho de Santiago do Cacém, distrito de Setúbal, que nesta edição passa a estar aberto gratuitamente até às 17h00, há workshops, exposições, feira de roupa e de artesanato, jogos tradicionais, yoga e dança.

"Este é um festival para toda a família e todo o recinto foi pensado para a família", disse hoje à agência Lusa Elsa Cavaco, que preside à Associação Lus'Alma, promotora da iniciativa.

É por isso que há atividades a pensar em todas as idades, como jogos tradicionais e workshops de construção de papagaios de papel, de massagens para bebés e crianças e de dança dos anos 60 e 70, além de zonas de lazer, como um parque de insufláveis e camas de rede espalhadas pelo recinto.

Uma concentração de veículos antigos da Volkswagen ("pães de forma" e "carochas", como são mais conhecidos), no âmbito do European VWShow, bem como de vespas e de lambretas, é uma das novidades da 3.ª edição do festival, que vai ainda contar com a presença de automóveis clássicos.

"Acabámos por abrir a participação a outro tipo de veículos, os automóveis clássicos, porque tivemos vários pedidos [de proprietários]", explicou a mesma responsável.

Ao público, Elsa Cavaco lança o desafio para, à semelhança de edições anteriores, se "vestir a rigor" com roupa "da época". No recinto estará disponível um cabeleireiro onde todos podem aproveitar para "compor o visual" com penteados alusivos aos anos 60 e 70 do século XX.

Com o galardão de "melhor novo festival em Portugal" e de "melhor pequeno festival na Península Ibérica" em 2015, atribuído pelos Iberian Music Awards, o Flower Power Fest propõe um certame para "pais, filhos, avós e netos".

Para os concertos, podem ser adquiridos bilhetes diários, a partir de 10 euros, ou passes para os três dias, a partir de 25 euros, bem como ingressos individuais ou familiares.

Lusa

  • Beja celebra a primavera com a Festa das Maias
    2:13

    País

    O centro histórico de Beja foi palco da Festa das Maias, uma tradição com mais de dois mil anos de história que pretende celebrar a Primavera. No evento, as crianças vestem-se de branco e oferecem flores a quem lhes dá uma moeda.

  • Festa da Flor na ilha de São Miguel
    2:13

    Cultura

    Um tapete com 12 mil flores e um cortejo com mais de mil pessoas marcam a Festa da Flor, que se realiza na Ribeira Grande, ilha de São Miguel, Açores. A SIC acompanhou esta celebração que assinala o início da primavera e falou com presidente da Câmara de Ribeira Grande, Alexandre Gaudêncio.

  • A proposta dos partidos para a redução da dívida
    1:55

    Economia

    O PS e o Bloco de Esquerda querem mais 45 anos para pagar as dívidas à UE e juros mais baixos. As medidas fazem parte da proposta para a redução da dívida pública. No relatório que será enviado ao Governo, não é pedido perdão da dívida como os partidos da esquerda chegaram a defender.

  • Ministros de Governos de Sócrates ouvidos pelo Ministério Público
    1:54
  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • "Têm um verdadeiro amigo na Casa Branca"

    Mundo

    O Presidente norte-americano reafirmou esta sexta-feira o apoio ao direito de porte de armas no país, sublinhando, numa convenção daquele 'lobby', que "o ataque de oito anos às liberdades consagradas no Artigo 2.º [da Constituição]" terminou.

  • A história de Macron e Brigitte Trogneux, 25 anos mais velha
    1:25

    Eleições França 2017

    A segunda volta das eleições francesas acontece já no próximo dia 7 de maio. Caso Emmanuel Macron seja eleito, o país terá como primeira-dama uma mulher 25 anos mais velha do que o Presidente. Brigitte Trogneux tem 64 anos e Macron 39, conheceram-se no liceu privado de jesuítas, em Amiens. Brigitte era a professora e Macron o aluno. Conheça a história do casal. 

  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.

  • Menina que nasceu com três pernas já corre

    Mundo

    Uma criança do Bangladesh que cresceu com três pernas vai regressar a casa, depois de uma viagem até à Austrália, onde foi operada para retirar o membro a mais. Como resultado de um gémeo que não se formou por completo, a criança de três anos nasceu com uma terceira perna na pélvis. Alguns meses após a cirurgia, feita em novembro, a menina já corre.