sicnot

Perfil

Cultura

GNR editam em setembro biografia dos 35 anos de carreira

O grupo rock português GNR edita em setembro uma nova biografia, para celebrar 35 anos de carreira, asssinada por Hugo Torres, e a apresentação decorrerá no dia 20 desse mês na Casa da Música, no Porto, revelou a editora.

Com selo da Porto Editora, o livro foi escrito pelo jornalista Hugo Torres e recupera a história dos GNR desde a formação, no início dos anos 1980, até à atualidade, quando comemoram 35 anos de carreira.

Apresentado como a biografia oficial dos GNR, o livro surge 27 anos depois de "Afetivamente", escrito por Luís Maio e editado pela Assírio & Alvim em 1989, ano em que a banda lançou o álbum "Valsa dos Detectives".

De acordo com a Porto Editora, a nova biografia será publicada e apresentada a 20 de setembro na Casa da Música, onde os músicos subirão pela primeira vez ao palco, na Sala Suggia, para uma entrevista e para a interpretação de quatro temas, uma por cada década de história.

Formados por Rui Reininho, Toli César Machado e Jorge Romão, os GNR andam em maré de celebrações. No outono, já depois do lançamento da biografia, darão dois concertos sobre os 35 anos de carreira, que contarão com outros músicos que colaboraram com o grupo.

Os concertos serão a 5 de novembro, no Multiusos de Guimarães, e a 12 de novembro, no Campo Pequeno, em Lisboa, e estão já confirmadas as presenças de Isabel Silvestre, que gravou com os GNR "Pronúncia do norte", e do espanhol Javier Andreu, uma das vozes de "Sangue oculto", dois temas do álbum "Rock in Rio Douro" (1992).

Este ano, o grupo também já assinalou os trinta anos do álbum "Psicopátria", tocando-o na íntegra em março, no Teatro Rivoli, no Porto, e, em julho, no festival Super Bock Super Rock, em Lisboa.

Ainda antes da entrada de Rui Reininho, os GNR editaram o primeiro 'single', "Portugal na CEE", em 1981, com Alexandre Soares, na voz e guitarra. Em 1982, já com o atual vocalista, lançaram o álbum de estreia, "Independança", e atuaram no festival de Vilar de Mouros.

Com mais de uma dezena de discos, o mais recente dos quais é "Caixa negra", de 2015, os GNR são uma das poucas bandas rock portuguesas ainda em atividade, ao lado de grupos como Xutos & Pontapés e UHF.

Lusa

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Ataques aéreos dos EUA em Mossul podem ter causado a morte de 200 civis
    1:22
  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.