sicnot

Perfil

Cultura

Paul McCartney vai lançar novo álbum

O ex-Beatle Paul McCartney está de volta ao estúdio para gravar um novo álbum, disse esta quarta-feira a sua nova editora, Capitol Records, ao anunciar um contrato global com o músico britânico.

McCartney, de 74 anos, classificou o novo contrato, que abrange toda a sua música pós-Beatles, "genuinamente entusiasmante".

A editora discográfica indicou que o ícone da música, que continua a ser um dos artistas do mundo que mais público atraem, está "atualmente a trabalhar num novo álbum de estúdio", sem adiantar mais pormenores.

"A associação de Paul McCartney com a Capitol definiu durante muito tempo tanto do nosso legado histórico, e todos nós estamos extremamente orgulhosos e honrados por ele ter decidido regressar a casa", disse o presidente do grupo Capitol Music, Steve Barnett.

"Estamos radiantes por o Paul ir criar nova música durante muitos anos e por a Capitol o ir ajudar a apresentá-la ao mundo", acrescentou.

A Capitol, que faz parte do grupo Universal Music, disse que está a fazer planos sobre como gerir o anterior catálogo de McCartney e que os porá em prática a partir do próximo ano.

McCartney, que tem mantido uma preenchida agenda de digressões nos últimos anos, disse à revista Rolling Stone, numa entrevista publicada na semana passada, que poderá em breve precisar de abrandar o ritmo.

Quando lhe perguntaram se conseguia imaginar-se a viajar para dar concertos da mesma maneira aos 80 anos, McCartney responde: "Inimaginável - e improvável".

A sua mais recente digressão mundial termina em outubro na Califórnia, no festival Desert Trip, que contará igualmente com concertos de The Rolling Stones, Bob Dylan, The Who, Neil Young e Roger Waters.

Lusa

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06
  • Menos casos de sida em Portugal
    1:44