sicnot

Perfil

Cultura

Dinossáurio desconhecido fora do Reino Unido descoberto no Museu Geológico de Lisboa

Uma investigação de uma equipa de paleontólogos portugueses e espanhóis identificou, através de um úmero descoberto em Peniche, a presença de uma espécie de dinossáurios saurópodes comum a Portugal e ao Reino Unido.

"O úmero foi encontrado antes de 1957, na Praia dos Frades [Peniche], mas só com este trabalho tivemos a possibilidade de perceber que se tratava de Duriatitan humerocristatus, espécie só antes conhecida no Jurássico Superior do Reino Unido", explicou à agência Lusa Pedro Mocho, investigador da equipa responsável por um novo estudo sobre dinossáurios saurópodes do Jurássico Superior de Portugal, ou seja, com cerca de 145 a 150 milhões de anos.

O estudo, publicado recentemente na revista "Journal of Iberian Geology", "marca a descoberta da primeira ocorrência da espécie Duriatitan humerocristatus no território português", género que, até aqui, era considerado exclusivo do registo do Jurássico Superior do Reino Unido.

A investigação foi realizada por Pedro Mocho, do Grupo de Biologia Evolutiva da Universidad Nacional de Educación a Distancia (UNED), de Espanha, e da Sociedade de História Natural, Rafael Royo-Torres, da Fundación Conjunto Paleontológico de Teruel-Dinópolis, Elisabete Malafaia, do Instituto Dom Luis, da Universidade de Lisboa, e Fernando Escaso e Francisco Ortega, ambos do Grupo de Biologia Evolutiva UNED, que estudaram os saurópodes do Jurássico Superior Português, dinossauros herbívoros, que podiam alcançar mais de 20 metros de comprimento e são conhecidos por possuírem pescoço e cauda compridos.

Durante os quatro anos do estudo tiveram a oportunidade de rever as vastas coleções de dinossáurios do Museu Geológico de Lisboa, que alberga "uma das coleções de vertebrados mesozoicos mais importantes do continente europeu, com alguns exemplares coletados há mais de 100 anos", considerou Pedro Mocho.

Segundo o investigador, foram precisos vários meses para "encontrar, identificar e estudar todo o material atribuível a dinossáurios saurópodes", que inclui desde peças em exposição a outras, "nunca antes estudadas" e depositadas nas reservas do museu.

O trabalho agora publicado atualiza o conhecimento sobre a coleção clássica do Museu Geológico, reconhecendo-se "representantes de quase todos os grupos de saurópodes que se conheciam no Jurássico Superior Português, como os camarassaurídeos, turiassáurios, diplodocóides e braquiossaurídeos".

Além da identificação destes grupos de saurópodes o investigador destaca "a presença de um úmero isolado", encontrado na primeira metade do século XX (antes de 1957), na Praia dos Frades, em Peniche, e que passou despercebido mais de meio século.

Contudo, revelou Pedro Mocho, "o seu estudo detalhado permitiu identificar uma característica única neste tipo de dinossáurios: a presença de uma crista marcada na face posterior do úmero".

Só após uma visita ao Museu de História Natural (Natural History Museum) de Londres (no Reino Unido), em 2014, a equipa de paleontólogos "voltou a encontrar a mesma característica, desta vez no úmero de Duriatitan humerocristatus", saurópode descoberto no Reino Unido em rochas contemporâneas às rochas onde foi encontrado o exemplar português, ou seja, entre 145 a 150 milhões de anos.

O estudo permitiu assim "identificar, pela primeira vez, a presença de uma espécie de dinossáurios saurópodes comum em ambos os territórios, Portugal e Reino Unido, e acrescenta nova informação sobre as relações e distribuição dos dinossáurios europeus durante o Jurássico Superior", concluiu o investigador.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.