sicnot

Perfil

Cultura

"Balada de um batráquio" de Leonor Teles premiado no Brasil

berlinale.de

A obra "Balada de um batráquio", da realizadora portuguesa Leonor Teles, venceu o prémio de melhor filme no Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte, no Brasil, revelou a produtora.

"A jovem cineasta encara de frente a histórica xenofobia europeia, buscando estabelecer uma possibilidade de combate, convocando as novas gerações a ir contra o 'status' de preconceitos ainda predominantes na sociedade", lê-se na justificação do júri da competição internacional.

O prémio junta-se a outros que Leonor Teles já conquistou com este filme, nomeadamente o Urso de Ouro, em fevereiro, no festival de cinema de Berlim.

Depois de Berlim o filme já foi exibido em mais de vinte festivais e teve exibição comercial em Portugal.

"Balada de um batráquio" denuncia a existência de sapos de loiça em espaços comerciais como forma de afastar a entrada de ciganos.

Leonor Teles surge no documentário a entrar em lojas e a partir alguns desses sapos como forma de expor um comportamento xenófobo em relação a pessoas de etnia cigana.

A cineasta, que tem ascendência cigana, já se tinha focado na comunidade cigana no primeiro filme, "Rhoma Acans", e admitiu que a impotência sentida a inspirou a desenvolver uma nova abordagem em "Balada de um Batráquio".

"Balada de um batráquio" é o primeiro filme de Leonor Teles, de 24 anos, fora de um registo académico.

O 18º Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte terminou no fim-de-semana.

Lusa

  • Madrid suspende governo regional da Catalunha

    Mundo

    O chefe do Governo espanhol anunciou hoje que decidiu acionar o artigo 155º da Constituição espanhola e pedir ao Senado a suspensão das funções do governo regional da Catalunha. Em conferência de imprensa justificou a adoção das medidas dada a "desobediência rebelde, sistemática e consciente" do Governo regional (Generalitat).

    Em atualização

  • Manifestações contra os incêndios um pouco por todo o país
    1:33

    País

    Estão marcadas para esta tarde várias manifestações contra os incêndios e as políticas florestais, mas também de homenagem às vítimas dos fogos que arrasaram o país. As iniciativas de protesto são quase todas organizadas através das redes sociais e por grupos de cidadãos.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.