sicnot

Perfil

Cultura

Criador dos Backstreet Boys e dos NSync morreu na prisão aos 62 anos

Lou Pearlman, o produtor que lançou nos anos 90 grupos musicais como os Backstreet Boys ou os NSync, morreu na prisão, onde estava a cumprir uma pena de 25 anos por burlar investidores em 300 milhões de dólares.

O Departamento Federal das Prisões anunciou que o empresário caído em desgraça morreu na sexta-feira, aos 62 anos, não adiantando mais detalhes.

Inspirado pelo sucesso da banda de jovens New Kids on the Block, Pearlman recrutou um grupo de desconhecidos para formarem os Backstreet Boys, que atingiu o sucesso em 1996, transformando-se na banda que mais vendeu.

O grupo vendeu mais de 130 milhões de discos, segundo a sua página na internet.

Alguns elementos de outras bandas de Lou Pearlman, como Justin Timberlake (NSync) e Britney Spears, atingiram mais tarde o sucesso através de carreiras individuais.

Lou Pearlman foi condenado em 2008 por fraude e por ter enganado investidores - incluindo os amigos e a família - em mais de 300 milhões de dólares, através de esquemas em pirâmide e esquemas bancários fraudulentos ao longo de duas décadas.

O empresário estava a cumprir a pena numa prisão em Texarkana, no Texas.

Lusa

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.