sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o músico belga Toots Thielemans aos 94 anos

O músico belga Toots Thielemans, considerado como uma referência mundial da harmónica, morreu hoje, aos 94 anos, disse à Agência France Presse o seu agente, Veerle Van de Poel.

Segundo o representante do músico, Jean-Baptiste Frederic Isidore Thielemans - conhecido como Toots - "morreu durante o sono" num hospital de Bruxelas.

Toots Thielemans nasceu no bairro de Marolles, na capital da Bélgica em 1922, tendo alcançado a notoriedade como tocador de harmónica quando se juntou a uma digressão da orquestra do norte-americano Benny Goodman, na Europa, em 1950.

Um ano antes, tinha tocado em Paris com os músicos de jazz norte-americanos, Sidney Bechet, Charlie Parker, Miles Davies e Max Roach.

Pouco depois, mudava-se para os Estados Unidos, onde começou a acompanhar músicos de jazz como Charlie Parker e Bill Evans ou cantoras como Ella Fitzgerald.

Além da harmónica, pequeno instrumento de sopro de 15 centímetros, Toots Thielemans era também considerado um exímio guitarrista.

Em março de 2014, Toots Thielemans anunciou o fim da longa carreira marcada sobretudo pelo jazz.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14