sicnot

Perfil

Cultura

Morreu o músico belga Toots Thielemans aos 94 anos

O músico belga Toots Thielemans, considerado como uma referência mundial da harmónica, morreu hoje, aos 94 anos, disse à Agência France Presse o seu agente, Veerle Van de Poel.

Segundo o representante do músico, Jean-Baptiste Frederic Isidore Thielemans - conhecido como Toots - "morreu durante o sono" num hospital de Bruxelas.

Toots Thielemans nasceu no bairro de Marolles, na capital da Bélgica em 1922, tendo alcançado a notoriedade como tocador de harmónica quando se juntou a uma digressão da orquestra do norte-americano Benny Goodman, na Europa, em 1950.

Um ano antes, tinha tocado em Paris com os músicos de jazz norte-americanos, Sidney Bechet, Charlie Parker, Miles Davies e Max Roach.

Pouco depois, mudava-se para os Estados Unidos, onde começou a acompanhar músicos de jazz como Charlie Parker e Bill Evans ou cantoras como Ella Fitzgerald.

Além da harmónica, pequeno instrumento de sopro de 15 centímetros, Toots Thielemans era também considerado um exímio guitarrista.

Em março de 2014, Toots Thielemans anunciou o fim da longa carreira marcada sobretudo pelo jazz.

Lusa

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19

    Mundo

    O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos recebeu ao início da tarde na Noruega o prémio pelo trabalho que desenvolveu junto das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, FARC. As cerimónias são este sábado e marcadas pela ausência do Nobel da Literatura, Bob Dylan.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • Sol e calor ficam para o Natal
    1:50

    País

    Com o Natal à porta, o sol teima em ficar um pouco por todo o país. Até a norte as temperaturas estão altas para esta época do ano com o distrito do Porto a rondar os 18 graus.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10