sicnot

Perfil

Cultura

Morreu "a menina da rádio"

A atriz Maria Eugénia, de 89 anos, que participou em filmes como "A menina da rádio" e "O leão da Estrela", morreu esta quinta-feira em Lisboa, disse à Lusa o filho, o poeta Fernando Pinto do Amaral.

Maria Eugénia estreou-se como actriz, protagonizando "A menina da rádio" (1944), de Arthur Duarte, na qual contracenou entre outros com Maria Matos, António Silva, Curado Ribeiro e Maria Olguim. Encarnava o papel da "menina Geninha".

O sucesso da "nova estrela do cinema", como se lhe referiu a imprensa da época levou-a a voltar ao cinema, pela mão do mesmo realizador para participar em "O leão da Estrela" (1947), onde contracenou com António Silva, Milú, Erico Braga, Laura Alves e Óscar Acúrcio, entre outros. Maria Eugénia desempenha o papel de "Branca", a irmã meiga e boa que se incomoda com as fantasias de grandeza do pai e da irmã, papéis desempenhados respetivamente por António Silva e Milú.

Maria Eugénia, paralelamente desenvolveu uma carreira de cantora, tendo participado em vários programas radiofónicos, designadamente no popular "Serão para trabalhadores", da ex-Emissora Nacional.

Todavia a sua fotogenia e "naturalidade de desempenho", como escreveu jornal O Século, chamou à atenção em Espanha e em Itália.

Em Espanha participou em vários filmes, entre eles, "O hóspede do quarto n.º 13", uma coprodução luso-espanhola, e ainda "Los héroes del 95" (1947), de Raúl Afonso, "Cuándo los ángeles duermen" e "Conflicto inesperado", ambos de 1947 e de Ricardo Gascón.

Nestes dois últimos filmes contracenou, entre outros, com o ator Amedeo Nazzari (1907-1979) que levou a que o realizador Vittorio de Sica a convidasse para ir filmar a Itália. A atriz portuguesa recusou o convite.

Além do cinema e da rádio, a atriz participou também em várias peças de teatro, tanto em Espanha como em Portugal.

A atriz pôs fim a uma "fulgurante carreira", como noticiou a imprensa, quando casou com o médico António Pinto do Amaral, de quem se divorciou anos mais tarde.

Em 2011 foi publicada a sua biografia, "Maria Eugénia, A menina da rádio", de autoria de Rute Silva Correia.

António Pinto do Amaral disse à Lusa que a mãe morreu no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, mas não adianto pormenores das exéquias, que "deverão realizar-se na sexta-feira ou sábado".

Maria Eugénia Rodrigues Branco nasceu em Lisboa no dia 1 de abril de 1927.

Lusa

  • Lei existe há quatro anos mas não tem regulamentação
    2:03
  • Denúncia de maus tratos a cães no canil municipal de Elvas
    2:24

    País

    O Grupo de Intervenção e Resgate Animal denunciou nas redes sociais alegados maus tratos a animais no canil municipal de Elvas. As imagens mostram uma cadela com uma corda ao pescoço. A autarquia abriu um inquérito para averiguar o caso, suspendendo também o trabalho dos voluntários no canil.

  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Ovibeja aposta este ano na internacionalização da agricultura
    2:07

    País

    A Ovibeja começou esta quinta-feira e este ano aposta na internacionalização dos produtos agrícolas do Alentejo. Centenas de expositores esgotam o certame, que é uma monstra da agricultura portuguesa. António Costa, na sexta-feira, e Marcelo Rebelo de Sousa, no sábado, são alguns dos políticos com a presença marcada em Beja.

  • Estados Unidos vão reforçar as sanções à Coreia do Norte
    1:31

    Mundo

    Washington pretende também investir nos esforços diplomáticos para que Pyongyang ponha fim aos programas nucleares e de mísseis. A nova estratégia de Donald Trump foi anunciada quarta-feira à noite. A força aérea norte-americana testou esta quarta-feira um míssil de longo-alcance que percorreu 6800 quilómetros sobre o Pacífico a partir de uma base na Califórnia.

  • Le Pen vai à pesca
    0:35

    Eleições França 2017

    Marine Le Pen, candida à presidência de França fez esta quinta-feira uma "pausa" na campanha eleitoral e aproveitou para ir à pesca. A candidata navegou num barco de pesca no Mediterrâneo.