sicnot

Perfil

Cultura

Nuno Lopes vence prémio de melhor ator no Festival de Cinema de Veneza

O ator português Nuno Lopes foi este sábado distinguido pelo júri da secção "Orizzonti", do Festival Internacional de Cinema de Veneza, com o Prémio Especial de Melhor Ator, pelo seu desempenho no filme "São Jorge", de Marco Martins.

A entrega dos prémios, que ainda decorre em Veneza, distinguiu, na secção "Orizzonti", a cineasta belga Fien Troch, como melhor realizadora, pelo filme "Home", e, como melhor filme, "Liberami", de Federica Di Giacomo.

O festival de cinema de Veneza termina hoje com a entrega dos prémios, na cerimónia de encerramento, marcada para as 19:00 locais, e a exibição da nova versão de "Os sete magníficos", clássico dos 'westerns' de Hollywood.

A Filmes do Tejo II, produtora do filme "São Jorge", anunciou hoje que Nuno Lopes venceu o Prémio Especial de Melhor Actor pelo trabalho naquele filme, estreado na secção "Orizzonti", dedicada às "novas tendências do cinema mundial", no segundo dia do festival, a 31 de agosto.

"No filme, Nuno Lopes é Jorge, um boxeur desempregado que aceita trabalho noturno numa empresa de cobranças difíceis. Na preparação do papel, Nuno Lopes realizou trabalho de pesquisa em bairros sociais, no meio do boxe e no circuito de cobranças difíceis. O ator ganhou 20 quilos e submeteu-se a um programa de treino físico durante seis meses, chegando na fase de maior intensidade a treinar seis horas diárias de boxe e crossfit", descreve a produtora.

"São Jorge" assinala o regresso do realizador Marco Martins ao trabalho em cinema com o ator Nuno Lopes, numa parceria iniciada em "Alice", primeira longa-metragem do realizador, que trouxe a ambos reconhecimento internacional.

O programa do último dia do festival conta igualmente com a projeção de "À jamais", do francês Benoît Jacquot, uma coprodução portuguesa, rodada integralmente em Portugal, exibida fora de competição.

O júri do festival foi presidido pelo realizador britânico Sam Mendes.

A 73.ª edição do festival de Veneza foi dedicada aos realizadores Michael Cimino e Abbas Kiarostami, recentemente falecidos, e atribuiu o Leão de Ouro de Carreira ao ator francês Jean-Paul Belmondo e ao cineasta polaco Jerzy Skolimowski, realizador de "11 minutos", que este ano também será homenageado pelo Lisbon & Estoril Film Festival.

Lusa

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Marcelo comenta comparação de Centeno a Ronaldo

    País

    O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, comentou esta quarta-feira a comparação que o ministro das Finanças alemão terá feito entre Mário Centeno e Ronaldo, considerando que "quem quer que disse isso, por uma vez não pensou mal".