sicnot

Perfil

Cultura

Nuno Lopes vence prémio de melhor ator no Festival de Cinema de Veneza

O ator português Nuno Lopes foi este sábado distinguido pelo júri da secção "Orizzonti", do Festival Internacional de Cinema de Veneza, com o Prémio Especial de Melhor Ator, pelo seu desempenho no filme "São Jorge", de Marco Martins.

A entrega dos prémios, que ainda decorre em Veneza, distinguiu, na secção "Orizzonti", a cineasta belga Fien Troch, como melhor realizadora, pelo filme "Home", e, como melhor filme, "Liberami", de Federica Di Giacomo.

O festival de cinema de Veneza termina hoje com a entrega dos prémios, na cerimónia de encerramento, marcada para as 19:00 locais, e a exibição da nova versão de "Os sete magníficos", clássico dos 'westerns' de Hollywood.

A Filmes do Tejo II, produtora do filme "São Jorge", anunciou hoje que Nuno Lopes venceu o Prémio Especial de Melhor Actor pelo trabalho naquele filme, estreado na secção "Orizzonti", dedicada às "novas tendências do cinema mundial", no segundo dia do festival, a 31 de agosto.

"No filme, Nuno Lopes é Jorge, um boxeur desempregado que aceita trabalho noturno numa empresa de cobranças difíceis. Na preparação do papel, Nuno Lopes realizou trabalho de pesquisa em bairros sociais, no meio do boxe e no circuito de cobranças difíceis. O ator ganhou 20 quilos e submeteu-se a um programa de treino físico durante seis meses, chegando na fase de maior intensidade a treinar seis horas diárias de boxe e crossfit", descreve a produtora.

"São Jorge" assinala o regresso do realizador Marco Martins ao trabalho em cinema com o ator Nuno Lopes, numa parceria iniciada em "Alice", primeira longa-metragem do realizador, que trouxe a ambos reconhecimento internacional.

O programa do último dia do festival conta igualmente com a projeção de "À jamais", do francês Benoît Jacquot, uma coprodução portuguesa, rodada integralmente em Portugal, exibida fora de competição.

O júri do festival foi presidido pelo realizador britânico Sam Mendes.

A 73.ª edição do festival de Veneza foi dedicada aos realizadores Michael Cimino e Abbas Kiarostami, recentemente falecidos, e atribuiu o Leão de Ouro de Carreira ao ator francês Jean-Paul Belmondo e ao cineasta polaco Jerzy Skolimowski, realizador de "11 minutos", que este ano também será homenageado pelo Lisbon & Estoril Film Festival.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.