sicnot

Perfil

Cultura

Ataque cardíaco foi principal causa da morte de Alexis Arquette

ap

Já são conhecidas as causas da morte da atriz transgénero Alexis Arquette. A certidão de óbito divulgada ontem revelou que a principal causa foi um ataque cardíaco.

A atriz sofreu também uma infeção bacteriana três semanas antes da sua morte. Arquette era portadora do vírus da Sida há 29 anos e esta foi outra das causas anunciadas.

O irmão, Richmond, tinha escrito na sua página do Facebook:

"O nosso irmão Robert, que se tornou no nosso irmão Alexis, que se tornou na nossa irmã Alexis, que se tornou no nosso irmão Alexis faleceu na manhã de 11 de setembro, às 12:33. Estava rodeado por todos os seus irmãos e irmãs, uma das sobrinhas e vários outros entes queridos. Pusemos-lhe música e ele faleceu durante o 'Starman' do David Bowie. De acordo com os seus desejos, torcemos por ele no momento em que fez a transição para outra dimensão".

Alexis era membro da família de atores famosos, entre eles Patricia e David Arquette. Tornou-se conhecida pelos papéis em "Pulp Fiction"e "Um Casamento Quase Perfeito", bem como pelo de ativista pelos direitos dos transexuais.

  • Médicos e ministro da Saúde voltam hoje às negociações

    País

    O Ministério da Saúde deverá apresentar uma proposta que poderá ser decisiva para a convocação ou não de uma nova greve. O Sindicato Independente dos Médicos e a Federação Nacional de Médicos tinham anunciado, no dia 11 de agosto, que vão realizar uma greve de dois dias na primeira semana de outubro, se a nova proposta negocial não levar em conta o que reivindicam.

  • PJ de Portimão deteve italiano foragido
    0:55

    País

    A Polícia Judiciária de Portimão deteve em Lagos um homem italiano que aguardava extradição. O antigo piloto de automóveis esteve foragido durante quase um ano, depois de ter cortado a pulseira eletrónica.