sicnot

Perfil

Cultura

Cotillard rejeita envolvimento com Pitt e anuncia gravidez

Marion Cotillard, a atriz que se dizia poder estar a ter um caso com Brad Pitt, anunciou que está grávida e que não teve qualquer envolvimento com o ator, agora em processo de separação. Perante a agitação mediática que a notícia do divórcio causou, o advogado de Angelina Jolie divulgou uma segunda declaração na qual alegou "o interesse da família" e voltou a pedir respeito pela privacidade.

© Mario Anzuoni / Reuters

A notícia foi conhecida esta terça-feira e desde então é um dos temas dominantes da atualidade. A popularidade do casal, Brangelina como eram conhecidos, atrai muitos curiosos para o acompanhamento do caso. A atriz e realizadora veio manifestar publicamente, através do seu advogado, o seu incómodo com a perseguição mediática.

"Angelina fará sempre o que for melhor para a sua família. Ela agradece que todos compreendam a sua necessidade de privacidade nesta fase da sua vida", afirmou Geyer Kosinski.

Durante meses o casal foi associado a rumores de divórcio. Casados há dois anos e juntos há 12, Angelina Jolie e Brad Pitt têm 6 filhos e a guarda dos menores pode ser um dos motivos de divergência.

Uma das informações que se seguiu à divulgação do pedido de divórico, apontava Marion Cotillard como a possível causa da separação. Segundo o The New York Post, Angelina tinha contratado um detetive para investigar se Brad Pitt estava a ter um caso com a atriz francesa.

© Gary Hershorn / Reuters

"Esta será a minha primeira e única declaração sobre o assunto", declarou Cotillard num post publicado esta quarta-feira no Instagram, no qual anuncia que está gravida e que não tem nenhum relacionamento amoroso com Brad Pitt. Cotillard afirma também a estabilidade da relação que mantém com o ator Guillaume Canet há vários anos. O casal já tem um rapaz de 5 anos e espera agora um segundo filho.

Cotillard conquistou o óscar de melhor atriz em 2008 pelo desempenho de Edith Piaf em "La Vie en Rose". Cotillard e Pitt contracenam no recente filme "Allied", que estreia no final do ano em Portugal.

  • "Estou muito triste, mas o mais importante é o bem-estar dos nossos filhos"
    1:46

    Cultura

    Angelina Jolie e Brad Pitt vão divorciar-se. A atriz e realizadora pediu o divórcio, depois de 12 anos de vida em comum. Brad Pitt reagiu ao pedido de divórcio depois da confirmação do advogado de Angelina Jolie. "Estou muito triste, mas o mais importante é o bem-estar dos nossos filhos", escreveu Brad Pitt num comunicado enviado à revista People. O ator pede ainda "privacidade para a família".

  • Angelina Jolie pede divórcio a Brad Pitt

    Cultura

    A atriz Angelina Jolie pediu o divórcio a Brad Pitt após dois anos de casamento e 12 juntos, confirma o advogado de Jolie. Na origem da decisão parecem estar "diferenças irreconciliáveis", nomeadamente a respeito da educação dos filhos.

  • Proteção Civil desmobiliza meios em Setúbal

    País

    A Proteção Civil vai começar a desmobilizar, hoje à tarde, meios de combate ao incêndio que deflagrou na terça-feira em Setúbal e que já está em fase de rescaldo, disse à agência Lusa o vereador da Proteção Civil Municipal.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • Portugal condenado por decisão "discriminatória e preconceituosa"
    1:19

    País

    Portugal voltou a ser condenado pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, desta vez por causa de uma decisão discriminatória e preconceituosa. Trata-se do caso da mulher a quem o Supremo Tribunal Administrativo baixou o valor de uma indemnização por negligência médica. Entre os vários argumentos usados, os juízes portugueses consideraram que a sexualidade é menos importante quando se tem 50 anos e dois filhos.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26

    País

    O candidato do PSD à Câmara Municipal de Loures, André Ventura, foi entrevistado esta terça-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. Em análise, a polémica em torno das declarações do candidato sobre a comunidade cigana.

    Entrevista SIC Notícias

  • Rajoy nega conhecimento de financiamentos ilegais no PP

    Mundo

    O primeiro-ministro espanhol negou hoje ter conhecimento de um esquema ilegal de financiamento, que envolve vários responsáveis do Partido Popular (PP, direita), que lidera. Durante uma audição no tribunal, Mariano Rajoy garantiu ainda que não aceitou nenhum pagamento ilícito.