sicnot

Perfil

Cultura

Alfama recebe festival "Aqui mora o fado"

O 4º Festival "Aqui mora o fado", que começa esta sexta-feira no bairro lisboeta de Alfama, homenageia a fadista Beatriz da Conceição, falecida em novembro do ano passado, e conta xom a participação, entre de Marco Rodrigues.

Marco Rodrigues, que atua no sábado no palco Magalhães de Lima, está nomeado para um Grammy Latino na categoria "Música Folclórica" pelo seu mais recente álbum, "Fados do fado".

O cartaz, com cerca de 100 artistas, inclui nomes como os de Cidália Moreira, Marina Mota, Aldina Duarte, Ricardo Ribeiro e Fábia Rebordão, que apresenta neste certamente o seu segundo álbum, "Eu".

Além do palco no Centro Cultural Dr. Magalhães Lima, estão instalados dois palcos no Museu do Fado, um palco junto ao rio Tejo, o palco Caixa, e ainda no Largo das Alcaçarias, na igreja de S. Miguel, no Grupo Sportivo Adicense, na Sociedade Boa União, no adro da igreja de St.º Estevão e no Clube Lusitano, a que se junta a iniciativa "Fado à janela", nos largos do Chafariz de Dentro e no de S. Miguel.

O tributo a Beatriz da Conceição, falecida aos 76 anos, realiza-se no sábado, no palco Caixa, com Filipa Cardoso, Artur Batalha, Diogo Rocha, Maura Airez, Miguel Ramos, Pedro Galveias, Sara Correia e Raquel Tavares. Hoje sobem a este palco, Carminho, Ricardo Ribeiro e Gisela João.

No Museu do Fado atuam hoje o guitarrista Guilherme Banza e o fadista Pedro Calado, e amanhã os fadistas António Pinto Bastos e Carla Pires. No museu também estão ainda previstas as atuações dos guitarristas António, Paulo e Ricardo Parreira, que este ano editaram o primeiro CD juntos, do fadista Kiko e Maria da Nazaré e António Passão, que apresentam o projeto "Fado nação".

FF, e José Gonçalez & Sangre Iberico, José António, Silvino Sardo, Lino Ramos, Ana Margarida, José Quaresma, Rui Vaz, Linda Rodrigues, Conceição Ribeiro, José da Câmara, Vânia Duarte, João Casanova, a jovem fadista de Coimbra Beatriz, Ana Pinhal, Sérgio Martins, Patrícia Costa e Miguel Xavier, Matilde Cid, Francisco Salvação Barreto, Maria Ana Bobone, Liliana Velasquez, Margarida Ribeiro e Pedro Pereira, são outros nomes que fazem o cartaz do festival.

A completar o elenco do certame conta-se Mariana Botas, a novel fadista Beatriz da Conceição, cujo nome coincide com o da malograda criadora de "Deste-me um beijo e vi", e ainda Rodrigo Figueira, Bárbara Santos, João Leote, Marina Mota, Marco Oliveira, Aldina Duarte, a lusodescendente Nathalie, Cidália Moreira, Carlos Leitão e Cláudia Madur, entre outros.

No ano passado, cerca de 12 mil pessoas assistiram aos diferentes espetáculos, segundo dados da organização.

Lusa

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.